Vó, Quero Bolo! aposta na meritocracia para incentivar o trabalho em equipe

Publicado em 17/09/2015 por Imprensa

Os empresários uniram todo o seu know-how acadêmico e profissional e implantaram nas franquias uma metodologia utilizada no segmento financeiro

Formado em administração de empresas, Fernando Cachulo tem 15 anos de experiência na área comercial de bancos, onde atuava antes de empreender. Já Willians Navarro, formado em ciências da computação e pós-graduado em administração de empresas, coleciona 12 anos de vivências nas áreas financeira e comercial de bancos, com foco em análise de empresas de grande porte nos últimos três anos.


Para impulsionarem os negócios da Vó, Quero Bolo!, os empresários uniram todo o seu know-how acadêmico e profissional e implantaram nas lojas da marca uma metodologia utilizada no segmento financeiro: a meritocracia. A política foi adaptada e implantada de acordo com o universo dos funcionários da franquia e visa incentivar o comprometimento dos colaboradores com os objetivos da empresa.


“Criamos duas metas para levar o conceito de meritocracia para a Vó, Quero Bolo!. Uma delas é a quantitativa, onde estabelecemos um objetivo de faturamento para a loja, que, após ser atingido, habilita o colaborador a receber um bônus de até 30% do seu salário. A segunda meta é a qualitativa, relacionada com as boas práticas estipuladas pela Anvisa, e busca aprimorar as condições de higiene das lojas, bem como evitar o desperdício”, contextualiza Navarro.


Além disso, a segunda meta qualitativa também visa aumentar a qualidade dos bolos e segue uma série de itens que, periodicamente, são checados em todas as lojas. Para isso, os franqueadores promovem uma divulgação interna com os colaboradores, além do acompanhamento semanal das lojas para averiguar as boas práticas estipuladas. “Com isso, notamos um comprometimento muito maior dos colaboradores a auxiliarem uns aos outros no dia a dia. Essa mudança é benéfica para a rede, já que, dessa forma coletiva, todos ajudam, pois, se não o fizerem em conjunto, perderão o bônus no fim do mês”, afirma Cachulo.


A meritocracia implantada na Vó, Quero Bolo! está presente no manual dos franqueados, que são orientados a aplicá-las e a mensurar seus resultados. Batidas as metas de faturamento e qualidade, é feita uma reunião, seguida do pagamento do bônus. Caso falhas sejam apontadas, é realizada uma reciclagem dos procedimentos.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Gestão de franquias , Vó, Quero Bolo , Franquias de bolos