Sorridents anuncia oito inaugurações para fechar o primeiro quadrimestre de 2018

Publicado em 12/04/2018 por Imprensa

Capital paulista, cidades do interior de São Paulo, municípios de Goiânia e Panará recebem unidades Sorridents até o final do mês de abril

A Sorridents, maior rede de clínicas odontológicas da América Latina, leva mais três franquias para a capital paulista, uma no Limão, na Zona Oeste, e outras duas em Imirim e Mandaqui, na Zona Norte. Chega também à cidade de Marília e Hortolândia, ambas interior de São Paulo. Até o final do mês de abril, deve inaugurar em Goiânia, Muriaé (Minas Gerais), Embu das Artes (interior de São Paulo) e Umuarama, município do Paraná. As novas unidades que seguem o modelo padrão de franquias da marca e possuem 200m², seis consultórios e profissionais que podem atender até 19 áreas diferentes da odontologia, fecham o primeiro quadrimestre de 2018.

Os diferenciais das unidades Sorridents são a sala de raio-X e os equipamentos para a realização de exames de check-up, tudo para que o paciente não precise se deslocar para um laboratório. As clínicas também contam com um espaço kids e um lounge dedicado às orientações sobre saúde bucal. Como facilitador dos tratamentos, existe a opção de aderir ao Cartão de Crédito Sorridents, meio de pagamento que possibilita o parcelamento dos tratamentos sem juros. Já para criar o hábito de cuidar da saúde e continuar frequentando as unidades, a Sorridents é a rede credenciada exclusiva do programa de prevenção Sorriden, que possibilita a realização de procedimentos de emergência e de rotina. Além do paciente ser lembrado pela própria clínica, a cada seis meses, que deve voltar a se consultar. Os planos disponíveis, hoje, são: planos Básico, Empresarial e o plano Plus, ativo na rede desde março deste ano, também permite a adesão ao procedimento ortodôntico. Os associados ao Sorridents, a partir deste ano, terão descontos especiais em, por exemplo, na compra de medicamentos. Neste caso, a empresa parceira é a Netfarma, um dos maiores e-commerces dos segmentos de Beleza e Saúde no Brasil.

Como negócio, as clínicas são excelentes opções de investimentos. O modelo Máster exige investimento de R$ 450 mil e o franqueado não precisa ser dentista. Já a Lite, idealizada para os dentistas empreendedores, pede capital inicial a partir de R$ 200 mil por ter 60m², até três consultórios. A unidade compacta é aderente às cidades com até 100 mil habitantes. “O objetivo da rede é estar em todos os pontos do Brasil, a fim de democratizar a saúde bucal no País e suprir a demanda local”, afirma Gislene Santos, Diretora de Expansão da Sorridents.

Apesar de ser o País que mais possui dentistas no mundo, segundo o IBGE, o Brasil ainda tem a metade da população que ainda não se consultou a um dentista, de acordo com a entidade. Por conta disso, a missão da Sorridents é democratizar a saúde bucal e erradicar a cárie, considerada uma doença. O potencial do mercado é tanto que em 2017 a rede teve um crescimento de 24,5% e faturou R$ 258 milhões. Nesse mesmo ano, a rede recebeu mais de 280 mil novos pacientes.

A Sorridents, fundada em 1995, no bairro de Vila Císper, Zona Leste da capital paulista, pela dentista Carla Renata Sarni, é considerada a única rede de franquias odontológicas a ser case de estudo na universidade de Harvard, nos EUA, e, também, a marca mais premiada do setor.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Novas unidades franqueadas , Franquia , Franquias de saúde , Franquias de odontologia , Sorridents