Setor de chocolate registra queda na produção

Publicado em 29/07/2015 por Imprensa

Por conta da crise, o recuo foi de quase 10% no primeiro trimestre de 2015, mas o País continua sendo o terceiro maior produtor e consumidor de chocolates do mundo

Terceiro maior produtor e consumidor de chocolates do mundo, o setor brasileiro de chocolate fechou o 1º trimestre de 2015 com um desempenho inferior em relação ao mesmo período de 2014, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (ABICAB). A diminuição de 9,97% na produção de chocolates, quando foram produzidas 122,9 mil toneladas, foi reflexo da atual crise econômica brasileira.

A baixa performance tem sido percebida nos últimos dois anos - 2013 e 2014 -, quando o segmento também apresentou queda na produção de 2,11% e 3,49%, respectivamente. Mas, em 2015 o declínio foi o mais alto já registrado pela ABICAB. "Este trimestre foi difícil. A crise mexeu e muito no bolso do consumidor brasileiro. O aumento de inflação, a alta do dólar e do preço do combustível, e os novos impostos são os principais fatores que afetaram o desempenho do setor", afirma o vice-presidente de Chocolates da ABICAB, Ubiracy Fonseca.


Balanço 2015 - Com um consumo per capita de 2,8 kg por pessoa, o Brasil continua sendo um dos principais players do mercado mundial de chocolate. Segundo Fonseca, há expectativa de uma pequena recuperação a partir do segundo trimestre desse ano. “Mesmo assim, o resultado de 2015 deverá ser negativo, mas em um volume menor do que o verificado nos três primeiros meses”, finaliza.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!


Imagem freepik.com

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias de chocolate , Setor de chocolate