Rio Grande do Sul responde por 47% do crescimento da franquia RE/MAX

Publicado em 18/12/2018 por Imprensa

A chegada da RE/MAX ao Rio Grande de Sul tem movimentado os negócios no setor imobiliário em várias cidades do Estado. Em 2018, a franquia que mais vende imóveis no mundo saltou de duas agências em janeiro, para 12 no mês de dezembro. Um crescimento de 600%, o maior de toda a rede de franqueados em nível nacional, atualmente com 193 unidades. E as projeções para 2019 são ainda mais otimistas.

“Vamos dobrar o número de agências em 2019. Gramado, Capão da Canoa, no litoral gaúcho, e Santa Maria estão no nosso radar. São cidades que atraem clientes não só da região Sul, mas de todo o país, que desejam ter um segundo imóvel”, antecipa Thiago Medeiros, master franqueado da RE/MAX no Rio Grande do Sul. O investimento inicial da franquia é a partir de R$ 80 mil. Nesse mês, novas unidades foram abertas em Passo Fundo e Novo Hamburgo.

As práticas da companhia  são comprovadamente eficazes. Se grande parte do mercado imobiliário ainda patina em virtude da retração da economia, a RE/MAX espera fechar o ano com o dobro do faturamento alcançado em 2017. Enquanto o mercado de franquias brasileiro cresceu 6,3% no terceiro trimestre de 2018, segundo dados da ABF – Associação Brasileira de Franchising, no mesmo período os associados da RE/MAX obtiveram uma receita de VGC (valor geral de comissão) 92% superior à registrada no terceiro trimestre de 2017.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias imobiliárias , Franquia Remax