Rede Fórmula Pizzaria mostra como dribla a sazonalidade no mercado de alimentação

Publicado em 22/05/2019 por Imprensa

Planejamento alinhado a promoções mantêm vendas em alta mesmo em dias de pouco movimento nas operações

Todo dono de negócio deve manter o olhar atento para seu empreendimento. Analisar os produtos que mais saem, o movimento do caixa, bem como o fluxo de clientes são peculiaridades que requerem atenção sempre. No segmento de alimentação não é diferente, há sempre períodos melhores e outros piores para o negócio e a sazonalidade pode impactar significativamente a operação. Mas e o que fazer quando o movimento começa a cair?

Henrique Mol, diretor executivo da Fórmula Pizzaria, conta que para driblar a crise, principalmente no início do ano quando as vendas chegam a cair cerca de 20% devido os gastos dos brasileiros com IPTU, IPVA, matrícula escolar, entre outros, utiliza mecanismos de marketing para abocanhar sua clientela. “Quem nunca ficou com vontade e comprou algo após ver um bom anúncio? O segredo de todo negócio é o planejamento, independente da sazonalidade é necessário pagar custos com aluguel, funcionários, entre outras contas todos os meses, por isso traçar um planejamento realista alinhado a um bom trabalho de marketing renderá resultados ainda mais eficazes sem afetar a estabilidade financeira da empresa”, afirma o empresário.

Mol revela que incentiva os franqueados da rede em períodos mais fracos em vendas a buscarem alavancar o negócio através de promoções e combos para suprir essa baixa, e o resultado sempre é alcançado. “A palavra promoção sempre é um chamariz para qualquer tipo de venda. A pessoa fica instigada a comprar, por isso sempre oferecemos promoções nos pontos de venda com produtos vendidos com desconto. Ações bem planejadas devem ser fomentadas para que não impacte o faturamento da operação”, explica.

Fator climático

Apesar das pizzarias não sofrerem impacto como as sorveterias no inverno, por exemplo, os efeitos da sazonalidade também podem repercutir principalmente em dias de chuva. Enquanto para alguns estabelecimentos alimentícios as vendas caem em dias de chuva, outros lucram ainda mais. Mol conta que em épocas de maior concentração de chuvas cresce em 30% o número de pedidos delivery em todas as unidades da Fórmula. Inclusive, o foco principal do modelo de negócio da marca é o serviço de delivery, representando uma média de 75% dos pedidos recebidos pelas unidades em dias normais.

“Nosso formato de negócio busca tornar a preparação mais rápida do que o tradicional por outras pizzarias, tendo como foco a agilidade na entrega. Isto somente é possível por junção em informatização, equipamentos, cozinha central, treinamento adequado e atendimento centralizado, possibilitando ainda lucrar até mesmo onde é comum cair as vendas”, destaca o empresário.

Durante temperaturas baixas e de chuva a rede Fórmula Pizzaria percebe uma procura maior por pizzas doces, o que ajuda a minimizar ainda mais a queda nas vendas, principalmente nesses dias atípicos e possibilita trabalhar combos especiais entre a pizza salgada e doce.

A pizza é o alimento queridinho dos brasileiros e esse hábito de apreciar uma boa redonda ajuda a minimizar a sazonalidade. O trabalho de vendas de pizzas em pontos físicos atrelado com as entregas delivery ajuda a ampliar as vendas em qualquer período do ano. Mol reforça que é importante que o empreendedor sempre esteja atento a novos incentivos de vendas nas unidades. “Nesses períodos de sazonalidade é momento de mexer internamente e nos pontos de vendas para melhores resultados. Outra dica é estar preparado para as altas temporadas nas vendas bem como na queda do movimento. Investir em uma franquia que não é sazonal pode dar lucro independente do momento, o que também ajuda fidelizar os clientes”, diz Mol.

Números a mesa

De acordo com dados apontados pela Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), o brasileiro tem gastado em média 25% do seu orçamento somente com alimentação fora do lar.

Por comodidade e praticidade, a alimentação fora do lar tem gerado bons resultados para a indústria alimentícia, principalmente para o franchising que faturou no ano passado R$45,827 bilhões, um crescimento de 7% em comparação com o ano anterior. Esse número é bem representativo se levarmos em conta que as franquias, envolvendo todos os segmentos, faturaram R$174 bilhões em 2018, segundo dados apontados pela ABF (Associação Brasileira de Franchising).

“O setor de alimentação acaba se tornando uma boa opção de investimento para quem procura abrir um negócio por ser um produto de primeira necessidade e indispensável para a população. Até mesmo aqueles que não possuem experiência no segmento se identificam com o nosso negócio por ser simples a gestão, e também oferecemos suporte desde a aquisição e implantação até o decorrer das atividades, com treinamento e capacitação aos colaboradores e franqueado”, conclui o diretor executivo da Fórmula Pizzaria.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de pizzarias , Fórmula Pizzaria