Professor larga a educação para montar rede de franquias de frango frito

Publicado em 26/09/2019 por Imprensa

Fundado em 2017, o N1 Chicken já conta com 67 unidades comercializadas; a meta é chegar a 100 até o fim do ano

Segundo a última Pesquisa Trimestral de Desempenho feita pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), só no primeiro trimestre deste ano, o faturamento do setor atingiu o número de 43.122 bilhões de reais, o que significa um aumento de 5,9% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Dentre todos os segmentos, o de alimentação segue em constante crescimento, tornando-se tradicional. Só nesse período houve um aumento de 6,8% no número de unidades e 5,4% no faturamento. As refeições prontas estão sempre em alta entre os adeptos da alimentação fora do lar e sabendo desse constante crescimento, muitas pessoas passaram a investir e criar modelos de negócios no segmento.

Porém, no mercado alimentício, a criação de novas redes pode ser se tornar um meio arriscado, principalmente se considerarmos o cenário econômico em recuperação. Foi nesse cenário que cinco jovens empreendedores fundaram o N1 Chicken, empresa brasileira especializada em delivery de frango frito.

Formado em pedagogia, Rafael Matos já atuou nas áreas de artes cênicas e educação, e foi há quatro anos que surgiu a vontade de empreender. Então, ele e seu amigo de infância, Victor Abreu, tiveram a ideia de abrir uma franqueadora.

Para isso, eles passaram a pesquisar como funcionava o mercado de franchising no segmento de alimentação e perceberam que muitas redes possuíam um plano de negócio muito complexo para o franqueado. “Chegamos à conclusão de que precisaríamos, antes de qualquer coisa, ser um franqueado para entender na prática como funcionava”, comenta Rafael.

Depois de um ano e sete meses como franqueado, os dois empreendedores contaram com o reforço de seus atuais sócios, Luciana Sarres, Felipe Sarres e Thiago Salla e tiveram a iniciativa de alugar um ponto para dar início ao que hoje é o N1 Chicken. “Ficamos 1 ano de portas fechadas ao público, pesquisando e testando tudo para criar o melhor frango frito e a melhor gestão de delivery do país”, afirma Rafael.

Inaugurada em 2017, a marca aposta em um modelo de negócio mais enxuto e mais baixo para atrair franqueados. Em maio de 2018, iniciaram a expansão de franquias e hoje com 1 ano e meio, a empresa já vendeu 67 unidades em 10 estados e no Distrito Federal. “Acertamos no modelo de negócio e na operação 100% delivery. Prova disso é que já possuímos 67 unidades comercializadas e nossos franqueados já possuem um faturamento médio mensal bruto de R$ 60 mil”, contabiliza Rafael Matos, sócio da rede.

Segundo a ABF, a perspectiva para este ano é que o setor de franchising tenha uma alta de faturamento entre 8% e 10% e que haja um incremento de 5% na geração de empregos.

Como dica para quem deseja investir em uma franquia, o empreendedor acredita que o mais importante é pesquisar bem sobre o negócio. “Pesquise bastante e busque oportunidades de investimentos que tenham uma gestão simples e de baixo custo”. Em 2018, a rede faturou R$ 18 milhões e para este ano a meta agora é alcançar a marca de 100 unidades comercializadas.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de alimentação , Franquias de fast-food , Franquias de delivery , N1 Chicken