Pontos alternativos impulsionam setor de franquias e surpreendem pela alta lucratividade

Publicado em 18/09/2018 por Imprensa

Empresário apostou na rede Acquazero quando estava desempregado e hoje fatura cerca de R$40 mil por mês

Um dos principais aspectos a serem analisados ao abrir um novo negócio é a escolha do ponto comercial. Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), quase 90% das unidades de franquias estão localizadas em shopping centers e na rua, tradicional ponto de comércio.

Dados da ABF referentes ao primeiro trimestre de 2018, se comparados ao mesmo período do ano passado, indicam um aumento de 2% na presença de redes de franquias em locais como condomínios residenciais e complexos comerciais, universidades, clubes, estações de trem e ônibus, entre outros - são os chamados pontos alternativos.

Ainda que pouco explorados, pontos comerciais alternativos podem gerar alta receita para o investidor, e diversos fatores garantem o sucesso. Os custos operacionais desses pontos, geralmente, são mais baratos do que os cobrados em shoppings e locais tradicionais de comércio, como o centro da cidade, por exemplo. Sendo assim, as despesas para manter o negócio também diminuem, gerando maior lucratividade.

Volta por cima

José Carlos Gonçalves Martins, franqueado da Acquazero, rede de franquias especializada em estética automotiva e limpeza ecológica, viu o potencial de aliar empreendimentos comerciais aos residenciais e abriu uma unidade em Alphaville, bairro nobre da região metropolitana de São Paulo – a unidade fica localizada no complexo comercial Evolution Corporate.

O empresário de 50 anos está à frente do negócio há sete meses e, antes de investir na Acquazero, atuava como supervisor de vendas numa empresa que comercializa queijos. "Fui apresentado à Acquazero por um amigo que já atuava como franqueado da rede e precisou de um sócio para continuar com sua loja. Investi na sociedade porque estava desempregado e com dificuldades de recolocação no mercado", explica. Atualmente, José Carlos se dedica exclusivamente à loja e está à frente do negócio, enquanto seu sócio atua como investidor: "Procuro fazer um trabalho de relacionamento com os clientes, zelar pela qualidade dos serviços e buscar uma evolução na possibilidade de ganhos".

Mercado que contribui

Dados do DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) indicam que a frota de veículos do estado de São Paulo quase triplicou em 20 anos - o aumento foi de 161%. Somente a capital paulista possui mais de oito milhões de veículos (entre motos, carros, caminhonetes, caminhões e ônibus).

Se escolher o ponto comercial é importante para um bom rendimento do negócio, também é fundamental que esse local tenha um grande fluxo de pessoas - no caso da Acquazero, quanto mais veículos, melhor. E a região metropolitana de São Paulo está cheia deles.

Para José Carlos, as oportunidades do mercado são promissoras para o setor de limpeza e estética automotiva: "Nosso setor apresenta um crescimento constante já que as pessoas são apaixonadas por carros e, por ser um bem de alto investimento, procuram mantê-lo em boas condições", diz.

O empresário acredita que os serviços oferecidos pela rede são fatores que contribuem no crescimento da marca: "O fato de ser uma lavagem a seco também incentiva as pessoas a experimentarem o serviço na intenção de colaborar com o meio ambiente. Uma necessidade no mundo atual", comenta. A Acquazero faz uso de apenas 300 ml de água para a limpeza completa de um carro, além de utilizar produtos biodegradáveis em todos os seus serviços.

A unidade de Alphaville realiza, aproximadamente, seis serviços especiais e 25 lavagens diárias, serviço mais procurado pelos clientes. Segundo José Carlos, o segundo serviço mais procurado é a higienização do automóvel. O alto fluxo de pessoas no bairro influencia diretamente no faturamento da franquia que, mensalmente, é de R$ 40 mil.

Descubra do que seu negócio precisa

Por mais que grande parte das franquias esteja em shoppings e pontos comerciais tradicionais (com um faturamento considerável), não significa que esse seja o melhor negócio para você.

Antes de escolher a localização ideal para seu empreendimento é necessário analisar minuciosamente diversos fatores como, por exemplo, o público-alvo que frequenta aquele local e seu potencial de consumo, os tipos de serviços que a região oferece, entre outros, pois alguns pontos podem ser ótimos para um segmento específico e não tão bom para outros.

“Por exemplo, seria inviável montar uma franquia de serviços automotivos próxima a um terminal rodoviário - se as pessoas andam de ônibus é porque elas não têm como usufruir de um automóvel”, afirma o diretor executivo da Acquazero, Henrique Mol.

José Carlos viu uma oportunidade única e muito específica em Alphaville: o bairro possui cerca de 35 mil habitantes e, por ser uma região nobre e renomada próxima à capital paulista, espera-se que a maioria de seus habitantes possua algum tipo de automóvel. Quanto ao negócio, as expectativas de José Carlos são grandes. Ele espera investir em mais uma unidade da marca e ampliar seu faturamento.

Antes de se tornar empresário, José Carlos foi desligado de uma multinacional e, com a dificuldade em se recolocar nos mesmos padrões, optou por se dedicar ao próprio negócio. A semelhança de sua atuação como supervisor de vendas com a vida de empresário está na responsabilidade em atingir as metas para não comprometer o resultado da empresa. "Hoje meu maior desafio é aumentar o faturamento da empresa. Esse desafio é o que, diariamente, me move no sentido de evoluir e me tornar um grande empresário neste ramo", ressalta.

Independente da quantidade de desafios e das dificuldades em manter o próprio negócio, José Carlos sabe que todo o esforço será recompensado: "Agora, tudo o que faço para meu desenvolvimento entendo que me trará bons resultados e evolução", finaliza.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de serviços , Acquazero