O momento de instabilidade é chance de crescer, disse especialista

Publicado em 10/12/2014 por Bruna Santos de Souza

Franqueadores perguntaram sobre como os períodos de oscilação econômica podem atingir as redes de franchising e professor explicou como passar por estes períodos.

Os momentos de instabilidade econômica do País assustam alguns franqueadores que se questionam se este é o melhor momento para ampliar o número de franquias da marca. Outros temem que o mal momento financeiro que passam poderá prejudicar a rede e assim preferem não abrir novas lojas. Porém, o professor do Centro Universitário Newton Paiva e especialista em varejo, Leandro Silva, explicou que é nestes momentos de crise que a empresa pode crescer, desde que o empresário não tenha medo de investir e inovar, se for preciso. Além disso, o professor deixou claro que é nos momentos de vulnerabilidade econômica nacional que as empresas se desenvolvem. Reunimos perguntas de franqueadores e Silva as respondeu. Confira!


Mapa das franquias: Muitos empreendedores estão em busca da minha marca, mas no momento a economia não é propícia. O que eu posso fazer?


Leandro Silva: Primeiramente o franqueador tem que entender é que, se há procura pela marca dele, talvez a crise está muito mais na cabeça dele do que para a marca em si. Se há demanda, é um excelente indicador de que a marca dele pode estar reagindo muito bem diante das incertezas, especialmente na cabeça dos possíveis franqueados. Por isso é extremamente importante o franqueador tentar entender este momento e de repente até apresentar ou formatar novas formatações de franquias que possam se adequar em cenários de incertezas!


Mapa das franquias: A empresa não passa por bons momentos financeiros. Posso ter novos franqueados ou é melhor esperar um pouco? 


Leandro Silva: Se o modelo de franquia é um modelo que exige maior uso de capital de giro, o que consequentemente vai exigir mais fôlego financeiro, talvez o ideal seria repensar este modelo de franquia, no qual  o franqueador é financiador do modelo de compra por parte dos franqueados. O que entendo é que esperar para o mercado se adequar ao invés de se adequar à novas realidades, pode ser danoso para a empresa!


Mapa das franquias: Em período de instabilidade econômica é ideal ter novas franquias abertas ou é melhor esperar um pouco mais e abrir o mínimo possível? 


Leandro Silva: Nem uma e nem outra opção. O ideal é se adequar e construir novos formatos de franquias que atenda a possibilidade de crescimento e ao mesmo tempo não onere demasiadamente ao franqueador. O crescimento do sistema de franquia não pode estar diretamente atrelado ao momento econômico do país ou região, e sim a real possibilidade da marca se adaptar aos cenários.


Mapa das franquias: Este atual momento econômico que o Brasil está é favorável para abertura de novas franquias? 


Leandro Silva: Certamente! Sempre proponho que são em momentos de crise que as marcas podem e devem investir. Renegociar prazos e custos, adequar o preço final ao padrão de consumo e compra do consumidor são algumas opções. Mas de todo modo, quem melhor se posicionar na crise, colhe frutos mais saudáveis na bonança. 


Clique aqui para receber mais informações:  http://www.mapadasfranquias.com.br/registro/newsletter

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Investir em franquias , Franquias , Franqueados , Redes de franquias