Maple Bear projeta crescimento e quer dobrar o número de escolas para os próximos anos

Publicado em 08/05/2019 por Imprensa

Rede canadense de escolas bilíngues planeja, até o fim de 2019, ter mais 100 novos contratos no Brasil e outros 30 na América Latina

Os números impressionam e dão dimensão da força que a Maple Bear empregou para conquistá-los em tão pouco tempo. No Brasil desde 2006, ganhou um ritmo nos últimos três anos, pulando de 86 unidades para 121, uma variação de 41%. Os planos para os próximos anos continuam acelerados, com o diferencial de conquistar, agora, mercados que vão além das fronteiras brasileiras. O objetivo é concluir o ano com mais 25 escolas, somando 25 mil alunos matriculados em toda a rede.  Além de crescer pelo Brasil, a meta é também chegar na Argentina, Colômbia, Peru, Paraguai e México, onde já tem três escolas em operação, totalizando 30 unidades internacionais.

O plano de expansão da rede de ensino com metodologia canadense ganhou impulso principalmente depois da aquisição pelo grupo SEB – Sistema Educacional Brasileiro -, em 2017. O entendimento no mercado nacional, tanto em aspectos burocráticos, como o conhecimento em legislações municipais, regras de segurança ou padrões que determinam a metragem mínima das quadras poliesportivas, laboratórios ou números de banheiros, por exemplo, tal como o acesso ao sistema de compras do grupo que, devido ao seu tamanho, permite otimizar os processos, garantiram uma redução do tempo de construção de uma escola de 3,5 anos para 14 meses. À Maple Bear, ficou a responsabilidade de manter o alto desempenho acadêmico e qualidade de ensino em todas as unidades.

“As características que fazem do ensino canadense um dos melhores do mundo, e que estão presentes em todas as escolas Maple Bear, serão também adotadas nas operações dos demais países da América Latina, respeitando-se as regulamentações educacionais e especificidades de cada país. Dessa forma, o modelo de negócio, porte de investimento e estruturação dos serviços, fundamentada no treinamento do corpo docente, no desenvolvimento de um programa educacional adequado à metodologia canadense e em um processo minucioso de certificação de qualidade, deverão pautar toda a operação”, afirma Arno Krug, CEO da Maple Bear Brasil e América Latina.

A Maple Bear se destaca entre as escolas tradicionais por despertar, por meio da experimentação, a paixão em crianças e adolescentes pelo aprendizado. O objetivo das mais de 300 unidades em 16 países é provocar a curiosidade e instigar os alunos a procurar as respostas às dúvidas e atividades levantadas em sala de aula. Desafiadas, as crianças partem para experimentação visando comprovar ou refutar hipóteses, aprendendo e compartilhando resultados com os demais colegas. Imersas também em um ambiente bilíngue, as crianças começam desde cedo o contato com o inglês, aprendendo o novo idioma de forma tão natural quando a língua materna.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de idiomas , Franquias de educação , Maple Bear