Mães e filhos que empreendem juntos

Publicado em 11/05/2018 por Imprensa

Conheça histórias de sucesso de franqueadas que trabalham com os seus filhos e que aprenderam a separar questões profissionais e familiares

Embora muita gente tenha receio de trabalhar em família, existem muitas parcerias de sucesso. E com a proximidade do Dia das Mães, se você busca inspirações antes de abrir o próprio negócio, conheça histórias de mães e filhos que alcançaram juntos o sucesso no empreendedorismo.

Patroni

Márcia Augusto Costa trabalha há 33 anos no escritório da rede de franquia Patroni. Hoje exerce a função de diretora de Recursos Humanos. Casada e mães de dois filhos, ela sempre optou por ter mais de uma ocupação profissional, por se sentir mais realizada com esse ritmo de vida mais agitado. Em 2011 ela investiu na primeira franquia da rede. Seis anos depois, em 2017, abriu uma segunda unidade para a filha tocar o negócio. “Minha dica para quem busca ter uma relação de harmonia tanto no trabalho, quanto em casa, é dividir as relações com respeito”, ressalta Marcia.

Casa do Construtor

Wilce Maciel sabe muito bem distinguir as responsabilidades profissionais das relações familiares. Professora de matemática aposentada, ela decidiu que era hora de investir no próprio negócio. “Foi amor à primeira vista. Quando conheci a Casa do Construtor como opção de investimento, não tive dúvidas de que era esse o modelo de negócio que queria para o resto da minha vida. Com o crescimento da operação, tive a grata surpresa de ter meus dois filhos trabalhando diretamente comigo” explica.

Jan-Pro

Eliane Sanches lembra com alegria que foi por incentivo da filha que resolveu empreender no próprio negócio. “Já era viúva há 3 anos. Um belo dia, o patrão da minha filha disse que precisava de alguém para limpar algumas salas comerciais. Como estava desempregada, pensaram em mim. Durante essa reunião, em vez de um emprego, recebi uma proposta para ser dona do próprio negócio” diz. Por conta da falta de estudo, Eliane passou dias pensando em todas as possibilidades, pois tinha medo de dar tudo errado. Sua filha, que acreditou no sucesso do negócio à primeira vista, apresentava todos os dias dados que comprovavam o sucesso garantido do novo investimento, até que por fim, Eliane resolveu aceitar. “Fui ao escritório como desempregada, assinei o contrato e sai de lá como dona do meu próprio negócio. Em 2014, tive um problema de saúde e tive que contar com a ajuda da minha filha Rebeca, que já era formada em Administração. Mas ela veio para limpar e me ajudar na área administrativa. Hoje opero o negócio com as minhas duas filhas”.

Snack Saudável

A contadora Simone Souza é uma daquelas mulheres que não consegue ficar parada. Ao longo dos anos encarou uma rotina agitada em que conciliava a carreira profissional, a criação das crianças e as tarefas domésticas. Aposentada há 5 anos e com os filhos casados, a contadora não se adaptou aos novos hábitos pacatos e entrou em depressão. Foi então que a filha e empresária Larissa Souza, fundadora da Snack Saudável, rede de delivery de lanches saudáveis, com 36 franquias no Brasil, convidou a mãe para auxiliar no novo negócio, a função era preparar e entregar os lanches aos clientes. A experiência foi tão satisfatória que atualmente ela é o braço direito de sua filha e ocupa a direção da cantina, modelo piloto desenvolvido pela empresa, em Ji-Paraná, além do departamento de compras.  

OrthoDontic

Alaide Hernandez Galasso lidera os negócios junto a sua filha, Renata Hernandez Galasso. “A partir de um sentimento comum de ter negócio familiar, eu e minha filha iniciamos, em meados de 2014, o projeto que culminou com a instalação de uma franquia da OrthoDontic em Camboriú, Santa Catarina. Como morávamos no litoral norte Catarinense, vislumbramos a possibilidade de abrir um negócio rentável na cidade e o modelo como franquia impulsionava tanto a carreira da minha filha, dentista, como responsável técnica, quanto a minha carreira de Administradora, com experiência comercial e formação em Economia. Nesses quatro anos de atuação bem-sucedida, pudemos estreitar a relação não só profissional, mas também familiar, pois além de mãe e filha, somos cúmplices. No decorrer deste período, pudemos descobrir, reciprocamente, qualidades que até então desconhecíamos.  Dentre essas qualidades, destaco o respeito mútuo, o companheirismo, o envolvimento profissional, as habilidades técnicas, o amor e a dedicação pelo trabalho em conjunto”.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquia , Patroni Pizza , Dia das mães nas franquias