Investir em franquias de educação se torna alternativa para driblar a crise econômica no Brasil

Publicado em 10/09/2019 por Imprensa

Um estudo divulgado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor de franquias em educação no país cresceu 9% no faturamento, em relação ao mesmo período do ano anterior. O montante representa mais de R$ 3 bilhões acumulados. O dado tem reforçado ainda mais que o segmento de ensino de idiomas pode ser uma forte alternativa para conter a crise.

De acordo com o CEO da inFlux English School, Ricardo Leal, por ser uma fórmula pronta e já testada inúmeras vezes, apostar em franquias dá a tranquilidade de que, em médio a longo prazo, o investimento voltará ao bolso do franqueado. "Para ser ter uma ideia, a previsão de lucro médio da companhia [inFlux] para este ano é de aproximadamente R$ 380 milhões".

Durabilidade

Números do SEBRAE apontam que 92% das empresas originárias de franquias se mantêm ativas após cinco anos de abertura. Para Leal, a potência do estilo de negócio no mercado brasileiro tem incentivado empreendedores de todo o País. "Nos últimos meses, a marca inaugurou novas unidades nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Goiás, Bahia, Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Brasília", acrescenta.

Hoje, às vésperas de completar 15 anos no mercado, a rede já conta com mais de 150 unidades espalhadas por 18 estados e o Distrito Federal, e atende mais de 125 mil alunos.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de idiomas , Franquias de educação , InFlux