Franchising brasileiro descola da crise e projeta 2019 com alta de até 10%

Publicado em 20/09/2019 por Imprensa

Ao contrário dos números negativos da economia brasileira e da baixa previsão de alta para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 (0,87%, conforme último Relatório de Mercado Focus), a projeção para o crescimento de negócios que atuam no sistema de franchising está entre 8% e 10%.

Segundo a Associação Brasileira de Franqueados (Asbraf), a alta será sobre o obtido pelo setor em 2018, quando houve um faturamento recorde de R$ 174,8 bilhões e 153,7 mil unidades franqueadas em operação no País.

“Os significativos percentuais de crescimento do sistema de franchising brasileiro só demonstram o grau de maturidade empresarial e competitividade dos negócios franqueados. Isso requer que os franqueados adotem junto aos seus parceiros de negócios a implantação e monitoramento de indicadores qualitativos”, afirma Raul Canal, presidente da Abrasf.

Ainda de acordo com o especialista, se a tendência dos indicadores continuarem em crescimento com taxas superiores ao PIB Nacional, o mercado de franchising brasileiro inicia 2020 como ótima alternativa à crise no país e boa opção a quem pretende empreender neste modelo de negócios.

“Nos últimos anos, a Asbraf tem notado um amplo fortalecimento da competitividade no sistema de franquia empresarial, com formalizações de parcerias estratégicas com órgãos e instituições que operam com acesso ao crédito, acesso ao mercado e à inovação e à tecnologia”, completa o presidente da Abrasf.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franqueados , Obrigações dos franqueados , Relação franqueador e franqueado