Especialista em ensino dá 7 dicas para estimular as crianças a aprenderem inglês

Publicado em 17/02/2015 por Imprensa | Ultima Atualização em 18/02/2015

Para ela, o ensino da nova língua deve ser relacionado a atividades divertidas, prazerosas e fáceis.

Logo mais acabam as férias escolares e as crianças voltam à rotina de estudos que, para muitas, inclui o aprendizado do inglês como segunda língua. Mas, como estimular as crianças, desde o início do ano, a dedicar-se ao estudo do idioma?


“Uma criança de cinco ou seis anos não sabe a função que o inglês terá em sua vida. Ela não consegue ver a importância desse idioma no futuro, pois ele ainda é muito distante. Passar no vestibular, ter boa colocação profissional, tudo isso é muito abstrato”, explica Sylvia de Moraes Barros, diretora geral do The Kids Club no Brasil – rede especializada no ensino de inglês para crianças dos dois aos 12 anos.


Por isso, ela defende que são os pais quem devem decidir sobre a educação das crianças. “Se os pais acham que aprender inglês é importante, não precisam perguntar à criança a opinião dela, pois ela não saberá responder. Cabe a eles matriculá-la em uma escola que atenda a criança de maneira adequada. E isso significa mais que ensinar; é o aprendizado de uma maneira divertida e prazerosa”, diz.


Para a especialista, uma aula motivante e divertida é o suficiente para a criança seja atraída para o aprendizado do idioma. E, para que a criança use a língua além dos limites da escola, basta que os pais demonstrem interesse na atividade dos filhos. “Os pais não precisam saber inglês, nem precisam ensinar a criança; este é o papel da instituição”, reforça Sylvia.


A seguir, a especialista dá sete dicas de como mostrar interesse pelo aprendizado e estimular as crianças a gostarem ainda mais de estudar inglês


1) Repare se a criança gosta de frequentar o ambiente da escola de inglês. Este é o mais importante indicador de que o ensino está sendo divertido e prazeroso - e, portanto, eficaz;


2) Brinque com seus filhos com jogos em inglês. Escolas especializadas fornecem atividades para serem feitas em casa, como jogo da memória e músicas para que a criança cante junto;


3) Quando estiver com a criança, coloque músicas em inglês que despertem a atenção dela. Não é necessário que sejam as músicas aprendidas na escola. Se a música interessar à criança, ela vai querer saber de qual assunto trata - e será estimulada a aprender mais;


4) Até os quatro anos de idade, as crianças não têm resistência a novas palavras e outros idiomas. Por isso, aproveite esse tempo e coloque-a para assistir a seus desenhos preferidos em português e inglês;


5) Sempre relacione o idioma a atividades divertidas, prazerosas e fáceis. Se a criança se sentir forçada a aprender, vai desenvolver resistência à língua e criar um bloqueio de aprendizado;


6) Evite perguntar, fora de contexto, a tradução de uma palavra em português para o inglês, pois isso bloqueia o aprendizado natural, que acontece sem que a criança decore informações;


7) Se a criança for desinibida, vale sugerir que ela apresente para visitas ou parentes músicas ou atividades que aprendeu na escola de inglês. Mas se a criança não quiser entrar na brincadeira, não force, para que ela não se sinta obrigada.


Para saber onde tem uma escola The Kids Club, acesse: www.thekidsclub.com.br


Em Pauta - Cristina Thomaz 


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!


 

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias de idiomas , Franquias de educação , The Kids Club