Ensino milionário! Instituto Embelleze fecha o ano com faturamento superior a R$ 250 milhões

Publicado em 27/11/2019 por Imprensa

Novo modelo de investimento, lançamento de cursos e inauguração internacional impulsionam negócios da maior rede de ensino da América Latina no ramo de beleza.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o brasileiro gasta mais com beleza do que com comida. Uma pessoa com renda entre dois e dez salários mínimos gasta 1,3% do que ganha no mês com cuidados com o cabelo e unha; quase o dobro das despesas com alimentos básicos, como arroz e feijão (0,68%). Tal demanda explica o número de profissionais da beleza em todo o país. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Euromonitor, existem 500 mil salões formais no país e mais de 40% de profissionais que trabalham na informalidade. Com tanta concorrência, para se destacar no mercado, é preciso se profissionalizar. É com essa premissa que o Instituto Embelleze trabalha para atrair os interessados em atuar no setor e garantir uma boa fonte de renda. 

Novos Cursos 

Com mais de 2 milhões de alunos formados, a rede de franquias tem investido fortemente na expansão do catálogo de cursos oferecidos. Neste ano, cursos como Design de Cílios e Maquiagem Profissional Avançada Caracterização foram implantados nas unidades e, juntos, já somam 10 mil alunos matriculados. 

“Estamos sempre de olho no mercado para oferecer um catálogo de curso atualizado. Até porque, um curso chama o outro. Hoje em dia, um salão de beleza precisa oferecer diversos serviços, por isso o profissional precisa ser completo”, afirma o gerente de marketing da rede, Eduardo Costa. 

Os novos cursos devem representar, até o final do ano que vem, 30% em todo o faturamento da rede. 

Ritmo de Expansão Acelerado 

Em ritmo de expansão, o número de unidades no Brasil e no exterior deve crescer consideravelmente nos próximos anos. Somente em 2019, o Instituto Embelleze inaugurou 16 unidades no país e lançou um novo modelo de negócios, a microfranquia. 

Com a microfranquia, o intuito é proporcionar um negócio para investidores de cidades com menos de 100 mil habitantes e interessados que não possuem alto capital para investimento; o novo modelo de negócio possui uma taxa inicial de R$ 20 mil. "Atualmente temos 300 praças de até 100 mil habitantes inexploradas e nosso objetivo é abrir novas unidades em regiões que ainda não tivemos contato”, revela Eduardo. 

Movimentando ainda mais o ano, a rede de ensino deu continuidade a expansão internacional e inaugurou sua primeira unidade em solo americano, em Pompano Beach, nos Estados Unidos. “Temos muito interesse em expandir ainda mais na América do Norte e escolhemos os Estados Unidos para a unidade piloto por ser um país que é muito fã das técnicas de beleza utilizadas pelas brasileiras. Há pouco tempo em funcionamento, a unidade já se mostra bastante rentável e acreditamos que, em breve, será possível expandir dentro do país”, explica o executivo. O Instituto Embelleze já possui duas unidades no Equador. 

De acordo com Eduardo, todas as ações realizadas em 2019 vão render para a rede um faturamento na casa dos R$ 250 milhões. Valor que deve aumentar em 11% no próximo ano. 

Ano Novo, Novas Unidades 

Para 2020, o plano de expansão continua. A América Latina deve ganhar mais uma unidade, desta vez na Costa Rica. Além disso, existe também a previsão de expansão em toda a América Central, que deverá ocorrer durante os próximos cinco anos. Países como Panamá e El Salvador já possuem acordo e - em breve - deverão receber unidades da marca. 

No Brasil, 30 unidades devem ser inauguradas no formato de microfranquia, além das unidades com o modelo de negócio tradicional. “Tivemos um grande ano e 2020 deve seguir o mesmo ritmo. Queremos que o crescimento da rede seja algo constante e estamos investindo fortemente para que isso aconteça”, finaliza

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de cursos profissionalizantes , Instituto Embelleze