Empreendedora viaja com a família três mil quilômetros para ser dona do próprio negócio

Publicado em 08/05/2018 por Imprensa

Telma Lotte divide o tempo entre os cuidados com os filhos e o novo empreendimento e diz ter se encontrado profissionalmente em um novo lugar

Muitos acham que ficar longe da família, largar o emprego, deixar para trás tudo o que conquistou ao longo dos anos pode ser uma grande loucura. Mas para Telma da Silva Lotte, de 42 anos, essa foi a maior aventura de sua vida e, tudo isso, para conquistar o seu primeiro negócio próprio no segmento de alimentação.

Em outubro do ano passado, a nova empreendedora inaugurou uma unidade da rede Shakerama-Shakes e Delícias na cidade de Canavieiras (BA). Apaixonada por praias, Telma disse que a beleza do lugar foi o que mais chamou sua atenção. “Fomos visitar uma amiga que morava ali há dois anos. Nunca tinha ido para Canavieiras, mas a paisagem foi tão surpreendente que no mesmo instante disse ao meu marido que era ali que eu queria morar”, relembra.

E ela não hesitou quando disse isso. Em 15 dias a empresária estava com casa alugada, matrícula das crianças na escola já feita e toda mudança rumo à Bahia. Natural de Cáceres (MT), Telma juntou o marido e os filhos e seguiu sentido a seu sonho: se tornar empreendedora.

Novo sentido

Durante 10 anos a empreendedora trabalhou como gerente de uma rede de franquias nacional de calçados e sabia quão promissor o cenário de franquias tinha se revelado nos últimos anos.

Sem experiência no setor de alimentação, Telma resolveu investir na Shakerama, pois seu esposo, Fabiano Henrique Gramulha, já havia atuado no setor de sorveteria. “Resolvemos investir em algo altamente lucrativo e que de certa forma tivesse ligado com o que gostássemos de trabalhar. Como eu tinha experiência em gerenciamento de vendas e meu esposo com sorvete unimos o útil ao agradável. E por ser uma cidade a beira mar, o local não contava com modelo de negócio deste tipo, outra vantagem a nosso favor da escolha por esse novo empreendimento”, diz.

Adaptação

A viagem de Cáceres a Canavieiras durou três dias de carro e três mil quilômetros percorridos. A adaptação que até então era algo que preocupava a todos foi tirada de letra. As crianças Henrique e Julia, de 12 e 9 anos, respectivamente, se entrosaram muito rápido com a nova cidade.

Telma revela que o único problema enfrentado até o momento é a saudade da filha mais velha, Jessika, de 21 anos. Por estar no último ano da faculdade a jovem preferiu continuar em Cáceres até concluir o curso.

Ser mãe empreendedora não é tarefa fácil, ainda mais com crianças que requer um pouco mais da nossa atenção. No entanto, é um aprendizado diário e confesso ter me encontrado com esse novo desafio no mundo dos negócios”, diz.

O dia já começa cedo para a empresária, às 5h30 acorda para dar uma caminhada na praia, um sonho antigo que se tornou hobby. É nesse momento que ela aproveita para refletir sobre os afazeres do dia, assim como ter a sensação de estar vivenciando um sonho, um novo estilo de vida, que toda a família embarcou de cabeça junto à ela. No decorrer do dia ela se divide em levar as crianças para a escola e cuidar da sorveteria, sempre com o olhar atento verificando se tudo está caminhando bem.

Saboreando o sucesso

Cidade turística e a beira mar, o negócio de sorvetes tem tudo para dar certo, principalmente se reunir ainda o fato de Canavieiras ser uma cidade quente em boa parte do ano.

Telma investiu R$180 mil para abrir o negócio de sorvetes soft e com seis meses de atuação já recuperou 25% desse valor. Seu faturamento que gira em torno de R$30 mil por mês já atingiu a margem de R$41 mil em janeiro, em pleno verão, sua maior marca até então.

“Aproveito todo suporte e treinamento que a franqueadora oferece para manter meus colaboradores atualizados, oferecendo um atendimento diferenciado. Acredito que uma boa comunicação alinhada com um produto de qualidade e saboroso são essenciais para o crescimento da minha unidade e consequentemente da própria marca”, diz.

Para as mães que estão pensando em investir em algum negócio Telma dá uma dica: “Sempre estabeleça uma meta na vida que o resto Deus se encarrega”, conclui.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de sorveterias , Mulher empreendedora , Dia das mães nas franquias , Shakerama