Em rota internacional, Grupo Seleta desembarca no Paraguai em busca de expansão

Publicado em 02/04/2019 por Imprensa

Banneg e San Martin, marcas do grupo, participarão da FIFPY – Feira Internacional de Franquias no Paraguai

O franchising é um caminho bastante promissor para gestores que possuem o sonho de internacionalizar sua marca. O formato desse sistema permite a expansão em grande escala independentemente de seus segmentos de atuação, ou seu tamanho (pequenas e grandes). Redes em ascensão organizam-se internamente e firmam parcerias para alcançar metas não só dentro do país, mas fora também.

Claro que há variadas barreiras quando o assunto é internacionalização, entre elas as legislativas, linguísticas e culturais, mas os números do franchising mostram que esses são meros detalhes para quem tem foco e vontade de fazer acontecer. Um estudo da ABF (Associação Brasileira de Franchising) referente a 2018 mostrou que atualmente são 145 marcas brasileiras com operação em mais de 114 países. Lideram o ranking Estados Unidos, seguidos de Portugal, Paraguai e Bolívia, respectivamente.

Caroline Gomes, diretora de internacionalização do Grupo Seleta Franchising, na qual possui as marcas San Martin Seguros (corretora de seguros) e o Banneg (rede com foco em soluções financeiras), sempre desejou levar suas marcas para o exterior e, esse ano, após cinco anos de mercado e muitos estudos, começou a mexer em algumas frentes para que a ação ocorra. Há alguns dias, a diretora desembarcou em Paris para participar de uma feira de franquias em busca de fazer negócios, agora, o destino é o Paraguai.

O local será palco de um evento também sobre franquias, o FIFPY – Feira Internacional de Franquias no Paraguai, que acontece nos dias 3 e 4 de abril, na capital do país, Assunção.

A participação do grupo que vem a acontecer através de um convite da ABF (Associação Brasileira de Franchising) Brasil. Em tempos; que vem a calhar ainda, com o planejamento da rede em expandir. “Estamos fazendo contatos, reuniões e visitações a alguns países para identificarmos as possibilidades, e o Paraguai está no nosso radar”, explica Caroline.

Neste primeiro momento, ela revela que participará de visitas técnicas e reuniões de negócios junto a grupos operadores de shoppings, operadores locais de franquias, câmaras de comércio, entre outros. O plano para esta região é de penetrar no mercado e tornar a marca conhecida, como também, em buscar investidores para iniciarem as operações no país como máster franqueado.

“Com a feira e visitas, temos a possibilidade de contatos e networking com investidores locais. Visualizamos o mercado como aquecido e em plena expansão, possibilitando dessa forma com que a franqueadora inicie suas operações e, assim, sirva de modelo para outros países”, relata a diretora.

Mercado paraguaio

O Paraguai é um dos principais destinos internacionais das franquias brasileiras. Por lá, atualmente são aproximadamente 33 marcas atuantes e, o motivo desse sucesso se resume aos atrativos da região, como por exemplo: nichos de mercado ainda pouco explorados, a credibilidade de marcas brasileiras e maior know-how com a atuação internacional.

Mas claro, o que também atrai novos negócios e fortalece a economia local é a proximidade que facilita a logística, vantagens fiscais e custo de produção mais em conta. Aspectos como aluguéis mais baratos de pontos comerciais e sistema tributário menos complexo também colaboram para o despertar de interesse. No que se refere a impostos trabalhistas e previdenciária, a empresa paga ao governo daquele país 16,5% e o empregado 9%. O local também conta com um sistema denominado "10-10-10" que facilita os empresários a pagarem 1o% ao governo de imposto de renda pessoa jurídica, mais 10% de IR pessoa física e 10% de IVA (similar o ICMS).

Criada em 2000, a Lei Maquila prevê isenção de impostos na importação de maquinário e matéria-prima e também taxa em apenas 1% de tributo dos negócios que abrirem fábricas no país e exportarem a totalidade da produção. Aliás, partir dessa lei, houve a entrada de 116 novas empresas por lá, 80% delas brasileiras.

Oportunidade de negócio

Já consolidadas e aprovadas no mercado brasileiro, as marcas do Grupo Seleta, Banneg e San Martin, juntas, possuem mais de 400 unidades espalhadas por todo o Brasil e prometem repetir o feito no mundo afora.

Referência no mercado de seguros, a San Martin, oferece ao investidor dois modelos de negócios: home office e loja física, com valores de investimento a partir de R$29.900 e R$49.900,00, respectivamente.

Já o Banneg, com atuação em um mercado que está sempre em alta, com produtos especializados em soluções financeiras, como, empréstimos consignados, crédito pessoal, consórcios, financiamentos, refinanciamento, entre outros, proporciona duas possibilidades ao investidor que deseja abocanhar uma fatia desse nicho: home office e loja física. Nestes, o valor de investimento é a partir de R$31.900,00 e R$ 41.900,00, respectivamente.

FIFPY

A Feira Internacional de Franquias do Paraguai está em sua 9ª edição e acontecerá nos dias 3 e 4 de abril, em Assunção, no Centro de Convenções Mariscal.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de serviços , San Martin Franchising , Banneg