Dia das mães agita mercado de franquias de bolsas, sapatos e acessórios

Publicado em 06/05/2015 por Rosana Fernandes

O dia das mães está chegando e com ele, um dos períodos mais importantes para o comércio nacional. Há quem considere esta data uma das mais valiosas para as vendas, ficando atrás apenas do Natal.


Embora as dificuldades econômicas como o aumento da inflação e a desaceleração do consumo sejam sinais negativos, empresários de todo o país acreditam ser possível conquistar alta nas vendas em 2015.


Dificuldade econômica afeta venda de eletrônicos e bens duráveis


Estudos realizados pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) em parceria com a Boa Vista SCPC, os consumidores estão mais resistentes para a aquisição de novas dívidas, contratação de empréstimos e compra de bens mais caros, mas isto não impedirá a compra de presentes para o dia das mães.


A tendência para 2015 é de que itens mais valiosos como eletrodomésticos, eletrônicos, perfumes e demais produtos importados saiam do topo da lista de presentes preferidos e dêem lugar a itens mais em conta.


Conforme a Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista (PCCV), feita pela FecomercioSP, a intenção de compra de bens duráveis atingiu em março 82,3 pontos, resultado inferior aos 100 pontos indicados há 11 meses atrás. Com isto, no topo da lista de presentes favoritos podem figurar os acessórios, bolsas, sapatos e vestuário em geral.


Bolsas, sapatos e acessórios: opções em alta para o dia das mães


Avaliando o desempenho dos itens tradicionalmente mais vendidos no dia das mães: Vestuário, Perfumes e cosméticos, Flores, Calçados, Bolsas e acessórios, Joias e bijuterias, Eletrodomésticos (forno micro-ondas, ar-condicionado, liquidificador, fogão) e Eletrônicos (celular, tablet, televisão), a pesquisa realizada pela FecomercioSP indicou índices preocupantes.
O levantamento indicou queda de 12,3% na intenção de compra de eletrodomésticos e eletrônicos, no estado de São Paulo, em 2014, que vem se mantendo ainda este ano e redução no faturamento nas vendas de vestuário de 14,5% (no mês de janeiro).


As flores, também muito procuradas também sofreram com a alta do preço, também sofreram grande impacto, especialmente na capital paulista. Com a produção comprometida pelas interferências climáticas, o aumento no custo do transporte e até mesmo sob a influência da alta do dólar, elas subiram 8,9% nos últimos 12 meses.


Quando comparados os reajustes devido a inflação, as bolsas, sapatos e acessórios seguem se destacando com menores custos e se tornam os produtos mais vantajosos para compra nesta data comemorativa para o comércio.


Franquia It Beach prevê crescimento de 10% no dia das mães


A franquia It Beach, que produz e comercializa produtos patenteados com o conceito resort Wear, vem investindo na inovação e nas promoções para aproveitar ainda mais o cenário favorável para a venda de bolsas, sapatos e acessórios.


A marca investe em desenvolvimento periódico de novos produtos e vem mantendo o ritmo de lançamento de pelo menos uma novidade por semana, entre as opções de bolsas, sandálias, acessórios, sapatilhas, tênis e botas.


A It Beach também possui presença no mercado internacional e já opera em pelo menos 20 países através de distribuidores e importadores. Embora esteja investindo no mercado internacional, ainda considera o Brasil como melhor fonte de oportunidades.


“O mercado nacional sempre foi o mais promissor para nós, mas com as oscilações do dólar, o cenário também ficou favorável para exportação, por isto temos incrementado novos negócios lá fora”, apontou Frederico Escobar, diretor executivo da marca no Brasil.


Mesmo com os investimentos no mercado internacional, a It Beach visualiza um cenário de crescimento promissor para a franquia no Brasil e planeja ampliar o número de negócios, alcançando a marca de 300 lojas em operação.


De acordo com o diretor executivo da marca, em datas comemorativas como o dia das mães há expectativas ainda mais promissoras. Este ano a meta é alcançar um crescimento em torno de 10%, especialmente durante o melhor período de vendas que é previsto para às vésperas da data oficial.


Para aproveitar as oportunidades de negócios neste período e driblar a redução do volume de vendas que o comércio de modo geral vem enfrentando, a rede de franquias que já possui 47 lojas abertas no Brasil, pretende estimular as compras através de ações promocionais com descontos, incentivando a aquisição de mais produtos numa mesma compra.


“Todos os anos a gente entregava um mimo para as mães, oferecendo brindes e algum tipo de atrativo, mas este ano a gente está fazendo diferente, em função do mercado, preferimos ofertar descontos, o que estimula a venda e a penetração do nosso produto”, disse Escobar.


Investir em promoções como a oferta de descontos para estimular as vendas é, sem dúvidas, um dos principais caminhos para driblar a queda no consumo e manter o crescimento, no entanto, a maior fatia deste crescimento deve ser conquistada somente mais próximo ao domingo.


“Embora o dia das mães seja como um segundo Natal, o volume de vendas não se distribui ao longo de todo o mês, como ocorre em dezembro, por isto, esperamos um crescimento mais efetivo na sexta e no sábado, especialmente com os descontos que estamos oferecendo”, concluiu Escobar.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias de acessórios , It Beach , Dia das mães nas franquias