Das ruas da baixada fluminense para os campos da Florida National University

Publicado em 22/07/2019 por Imprensa

Com apoio da Next Academy, jovem de 23 anos realiza sonho de desenvolver carreira de educação física nos EUA junto com a prática de futebol

Os primeiros dribles de Brendo Luiz Santos da Silva no futebol, aos 5 anos, despertaram nele um sonho além da profissionalização no esporte: conseguir ser alguém bem-sucedido na vida e mudar para o exterior. Hoje, aos 23 anos, o jovem, que estudou em escola pública e sempre teve que ajudar em casa, mora com sua mãe, suas tias e sua avó. A moradia, bem simples, fica localizada no Jardim Gramacho, em Duque de Caxias (RJ).

O sonho ficou mais próximo de se tornar realidade graças a uma indicação de um amigo. Brendo conheceu a Next Academy, empresa de desenvolvimento através do esporte alinhado à educação, que oferece um treinamento de alta performance e um suporte educacional e, em agosto, irá embarcar para os Estados Unidos, onde irá cursar educação física com extensão em fisioterapia e jogar futebol na Florida National University.

"Desde criança, eu já jogava futebol na rua com os meus amigos. Eu joguei em alguns clubes da baixada fluminense, como Bangu e Duque Caxiense, na época em que era adolescente, mas sofri uma contusão e tive que sair por conta de que eles não tinham condições de bancar o meu tratamento", conta Brendo Luiz Santos da Silva

Por conta das dificuldades e da contusão, Brendo deixou o futebol de lado por cinco anos e teve que ouvir de várias pessoas que o seu destino era igual o de seu pai, ser usuário de drogas e ser preso por roubo. Ao completar 20 anos, estava triste por ver seu sonho cada vez mais distante - foi quando o amigo entrou em cena. Em uma conversa, ouviu o colega contar que conseguiu ir para Portugal jogar futebol e que conhecia a Next Academy. No bate-papo, Brendo recebeu o incentivou para participar das seletivas promovidas pela rede.

Antes de ir atrás, o jovem atleta procurou algumas referências na internet e viu que os treinadores falavam que qualquer pessoa tinha que construir o próprio futuro. "Isso não entrava na minha cabeça. Eu era um jovem totalmente irresponsável, não tinha emprego, não estudava e só dava trabalho para a minha mãe. Eu realmente tinha desistido de tudo", relata.

Depois de seu amigo muito insistir, Brendo da Silva resolveu ir fazer as seletivas e foi aprovado. Logo após a apresentação, foi passado todo o planejamento e valores para ele. Com isso, ele decidiu que iria construir seu próprio futuro e ir atrás do seu sonho de criança: ser jogador de futebol e estudar fora do país.

Como não tinha condições para pagar as mensalidades da Next Academy, Brendo arrumou dois empregos e, durante um ano, teve uma rotina muito pesada. "Acordava todo dia às 5h da manhã e ia para a academia treinar musculação. Voltava para casa, tomava banho, café da manhã e ia para o meu primeiro trabalho. Ficava trabalhando das 9h até às 18h e depois das 19h às 21h, já no segundo emprego. Chegava em casa por volta das 21h30 e treinava futebol em um campo perto de casa até 22h30. Voltava para casa e estudava inglês até por volta de meia noite", explica Silva.

Por trabalhar em dois períodos, o jovem não tinha condições de treinar no campo com os outros meninos da Next Academy. Ele, no entanto, disputava com a equipe de sua unidade todos os jogos oficiais aos finais de semana e ao final do campeonato foi eleito o melhor jogador, vendo todo o seu esforço ser recompensado.

Na hora de embarcar

Com todo o treinamento na academia e no campo, com a eleição de melhor jogador do campeonato e também com toda a sua força de vontade, Brendo conseguiu enviar seu vídeo para os treinadores das faculdades dos Estados Unidos e chamou atenção de um deles.

Em agosto de 2019, o jovem atleta embarca para a Florida National University onde irá cursar educação física com extensão em fisioterapia, jogará futebol pela faculdade e vai trabalhar no campus para conseguir se sustentar lá.

"A luta está só começando. Sei que todo o esforço que eu tive durante esse ano de preparação vai ser muito útil para eu conseguir ficar lá e realizar o meu sonho, mas tenho noção que tenho que me esforçar muito mais para chegar ao meu objetivo final", expressa.

Durante os seis primeiros meses na faculdade, o menino vai ter aula de inglês para conseguir aprimorar o seu conhecimento no idioma e também conseguir se comunicar com os seus colegas de time e de sala.

Importância da Next Academy

A Next Academy ajudou Brendo a realizar o seu sonho, mas para isso ele teve que cumprir uma rotina pesada de treinos e estudos. Os treinadores passavam o cronograma de treino de musculação e, também no campo, já que o garoto não tinha condições de treinar com eles presencialmente.

Como a parte de desenvolvimento educacional é fundamental para viabilizar o programa proposto pela Next Academy, Brendo teve que se esforçar muito para conseguir agradar os treinadores e os professores com a sua performance nos estudos. "A parte mais difícil de todas foi o estudo. Eu nunca fui muito de estudar, mas sabia que sem ele, eu não iria a lugar nenhum. Com isso, toda a noite, mesmo cansado, dava o meu melhor para conseguir falar tudo que os professores da escola de inglês me ensinavam", complementa Silva.

Além do suporte em treinamentos e educação, a Next Academy ajuda todos os seus atletas até a hora de embarcar. Visto, passagem, hospedagem, alimentação nos primeiros meses e processos burocráticos são resolvidos pela rede. "Isso facilita muito a vida do atleta. Não vejo a hora de ir viajar e realizar meu sonho e, com todo este suporte, posso focar apenas no futebol e nos estudos", finaliza Brendo.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de esporte , Franquias de idiomas , Franquias de educação , Next Academy