Cuidados para abrir uma franquia em tempos de crise

Publicado em 05/02/2016 por Rosana Fernandes

Franquias, por serem modelos de negócio já testados e bem estruturados, são ótimas opções para quem pretende driblar situações de crise, minimizando as chances de fracasso e falência. Mas mesmo oferecendo maior segurança e suporte, também é preciso adotar alguns cuidados básicos para não ser surpreendido com notícias ruins, nem ficar desapontado.


Antes de escolher uma franquia e investir mais do que suas economias, seus sonhos de uma vida profissional bem estruturada e equilibrada, fique atento a questões como:


Equilíbrio de responsabilidades
Novos empreendedores que se tornam franqueados tendem a crer que seja possível unir as responsabilidades do trabalho formal atual com a nova franquia. Embora seja possível, em muitos casos, é importante saber que nem sempre isto será fácil.
Existem franquias que exigem dedicação exclusiva ou participação ativa do franqueado na gestão para controlar adequadamente. Para minimizar as possibilidades de falha neste ponto, é preciso estar atento ao perfil de franqueado solicitado pela franquia e ser honesto durante o processo seletivo, não buscando responder o que se espera.


Pense a médio e longo prazos
Negócios em setores promissores, com uma rápida evolução nem sempre podem ser a melhor aposta. Há casos em que a expansão pode ter uma “data de validade”, há o risco de excesso de ofertas com a abertura de muitas unidades concorrentes em uma mesma região e, além disso, caso o franqueado não possua uma grande identificação com o segmento, as chances de se manter motivado e focado a médio e longo prazo serão cada dia menores.


Certifique-se da qualidade
Além do renome da marca, da experiência do franqueador e do modelo de suporte fornecido, é preciso se certificar sobre a qualidade dos produtos e serviços oferecidos, pondo-se também no lugar dos clientes.
Antes mesmo de iniciar o diálogo com o franqueador, procure checar a qualidade, se tornando um cliente. Visite, compre, experimente, esclareça dúvidas. Nunca abra mão de fazer uma pesquisa de mercado prática.


Cheque a situação da empresa
É muito importante checar os dados cadastrais da empresa, dos franqueadores e conferir os números apresentados por eles, referentes aos ganhos e evolução do negócio, antes mesmo de assinar qualquer tipo de termo como a COF ou contrato.
Para verificar estes dados com segurança cheque certidões junto a órgãos como a Receita Federal, Previdência Social e a existência de processos judiciais, além de comparar o desenvolvimento da rede escolhida com o dos principais concorrentes.


Avalie o marketing da rede
Um dos maiores destaques de uma franquia é que ela está toda conectada pela sua marca e é esta força que a destaca dos demais concorrentes não franqueados. Por conta disto, não abra mão de verificar o impacto desta marca no mercado, bem como as estratégias de marketing.
Avalie as campanhas no âmbito local e as projeções para alcance mais global e também se certifique sobre o formato de recolhimento dos royalties, taxas de publicidade e estratégia de atuação de branding.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Investir em franquias , Empreender , Franquias , Dicas para investir em franquias , COF , Contrato de Franquia , Royalties , Taxa de publicidade , Jurídico