Com balanço positivo em 2016, Bidon prevê faturamento de R$15 milhões para 2017

Publicado em 21/12/2016 por Imprensa

Lançada em setembro no franchising, marca vem tralhando para consolidar seu nome nesse segmento e se tornar referência no mercado de seguros

A Bidon Corretora de Seguros finaliza 2016, ano em que estreou no franchising, satisfeita com os saldos conquistados. Apesar do cenário desfavorável no qual teve destaque a restauração da economia brasileira, a rede que foi lançada em setembro no setor, já conquistou 20 unidades e prevê fechar o ano com o faturamento de R$ 11 milhões.


Aliada com a experiência de seis anos no ramo de seguros (tempo de atuação da marca nessa área), a modalidade de negócio da franqueadora agradou em cheio o mercado. Segundo o diretor executivo da Bidon, Henrique Mol, o número de interessados vem aumentando a cada dia. Ele credita esse sucesso ao formato compactado da franquia, que conta com um valor de investimento baixo (R$ 10 mil) e alta rentabilidade (R$ 7mil). Além disso, revela que a segurança proporcionada pelo franchising também tem contribuído muito para esse exponencial desenvolvimento.


Planejar faz parte


Otimista, o diretor já traça um planejamento a médio e longo prazo no intuito de consolidar a marca por todos os cantos do Brasil. “Faremos um trabalho voltado à captação de franqueados no ano que vem. Como resultado, esperamos fechar os próximos 12 meses com 100 unidades em funcionamento e faturamento bruto da rede em R$15 milhões. Contamos com uma boa estrutura e temos excelentes profissionais ao nosso lado, tudo indica que a meta será alcançada”, relatou.


De acordo com o diretor de operações e corretor de seguros responsável da franquia, Marluz Felipe Wichmann, o mercado está aquecido. “Isso dá ainda mais força aos planos da Bidon para o ano que vem”. Segundo CNseg (Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização) o setor de seguros registrou um crescimento nominal de 8% de janeiro a agosto de 2016, em relação ao mesmo período de 2015. A expectativa segundo a confederação é de que este ano haja um crescimento de 10% em relação ao último.


O sistema de consórcios, que também faz parte do portfólio de serviços da franquia, também tem registrado um bom desempenho. De acordo com dados econômicos da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac), em maio, o segmento registrou o número de 7,1 milhões de participantes ativos. O que significa estabilidade em relação ao mesmo período do ano passado.


Preferência no mercado


Tornar-se referência no setor e atrair a clientela faz parte das metas traçadas a partir dos próximos meses e, por isso, a marca começará investindo intensamente na capacitação dos franqueados. Negócios, seguros e franchising, serão alguns dos temas frequentemente abordados pela equipe designada para preparar os grupos.


Moldada no sistema home office, a Bidon oferece ao cliente seguros nas áreas de: acidentes pessoais, empresarial, condomínios, responsabilidade civil, risco de engenharia, imobiliário, caminhão, motos, frotas de veículos, e o carro-chefe – seguros de automóveis. Ao mesmo tempo, fornece carta verde, consórcios, previdência privada, finança locatícia, planos odontológicos e de saúde, e seguros de vida (individual e coletivo), residencial e de viagem. “Temos acordos comerciais com várias seguradoras, para oferecer a melhor solução e preço aos nossos consumidores finais. Futuramente proporcionaremos ainda mais vantagens a eles. Estamos planejando alguns descontos e serviços com preços mais acessíveis para clientes que já forem segurados na franquia”, explicou Henrique.


E mesmo em pouco tempo, os resultados de sucessos pontuais já começam a aparecer. De acordo com Pedro Brandão Braga, 30 anos, um dos franqueados da rede, que dirige uma unidade em Belo Horizonte (MG), desde a inserção da rede no franchising, o negócio é muito promissor e faz sucesso porque proporciona diversos tipos de seguros ao cliente possibilitando a abrangência de um público diverso. “Dessa forma o cliente não precisa sair procurando cada tipo de seguro em uma corretora diferente. Ele entra aqui e já sai com a ‘vida resolvida’”, conta. Braga conta que vem se dando bem e que as projeções para 2017 são boas: espera faturar R$20 mil ao mês!


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de serviços , Franquias , Bidon Corretora de Seguros