Branding Experience! Conheça 3 estratégias usadas pela Duckbill para conquistar os cookie lovers

Publicado em 12/09/2019 por Imprensa

De experiências sensoriais, que passam pela textura e cheirinho dos cookies, ao posicionamento pet friendly, a rede está se tornando referência em seu segmento

O sócio-fundador da Duckbill, Rafael Naves, sempre quis que sua marca não fosse apenas "mais uma" cafeteria, mas sim uma experiência. O nome disso é branding experiencie, conceito que visa gerar sensações, experiências e sentimentos únicos, através da relação do cliente com a marca. Foi enraizando este princípio que, com apenas dois anos de atuação no franchising, a rede obteve um resultado fantástico e já vendeu mais de 100 unidades. ''Investir na experiência em loja foi uma estratégia necessária para o cenário de expansão que a Duckbill vem vivenciando. Cafeterias existem em qualquer esquina. É preciso ter o poder de provocar uma sensação especial para o cliente querer voltar justamente na sua,'' justifica o empresário.

Rafael, que ancorou sua marca no Grupo 10X, holding de franquias do empresário David Pinto, lista as três principais ações de branding experience que tem feito a Duckbill conquistar os cookielovers de plantão.

Os sentidos do sucesso

Para Rafael, o sucesso está em despertar emoções e o primeiro passo para isso é entender a essência do negócio. No caso da Duckbill, os cookies, chamarizes da rede e que nasceram a partir de mais de 40 testes de receitas de diversas partes do mundo, foram o ponto de partida para transformar clientes em brand lovers, ou melhor, cookies lovers.

''Para que uma marca gere experiência, ela precisa aguçar sentidos. No caso da Duckbill, utilizamos a força de nosso diferencial: os cookies. Eles são capazes de encantar através da visão, paladar, tato e olfato. Quando uma pessoa entra na loja, o aroma é o primeiro a chamar atenção, em seguida vem a 'cara' do produto e depois o grand finale, o sabor diferenciado. Sem contar a textura – crocante por fora e macio por dentro", revela o empreendedor.

'Alimentando' um relacionamento duradouro

Tempos atrás, as empresas encerravam o relacionamento com o consumidor no momento do pagamento do produto ou serviço adquirido. Certo de que esta visão está ultrapassada, Rafael explica que é preciso construir e manter a relação com esse público através do engajamento, geração de valores e percepção positiva. ''Para 'alimentar' o relacionamento da Duckbill com os clientes, além de explorarmos canais de comunicação, como site, redes sociais e contatos telefônicos, usamos combos promocionais que os estimulam as pessoas a voltarem para as lojas e também conhecerem a variedade de produtos disponíveis no portfólio da marca'' conta.

Arquitetura e versatilidade de momentos

O último e não menos importante ponto que deve ser levado em consideração no processo de construção de uma marca, e que reforça seu relacionamento com os consumidores, é a ambientação. De acordo com o empresário, todos os formatos das lojas Duckbill trazem a proposta de um ambiente acolhedor e aconchegante. Com um design cool, que remete a cafeterias americanas, a arquitetura foi projetada para múltiplos momentos, desde um encontro com amigos a uma reunião de trabalho leve e descontraída. Além disso, a maior parte das unidades da rede são estabelecimentos pet friendly, que permitem aos clientes levarem seus animais de estimação para desfrutarem também de uma situação prazerosa.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de alimentação , Franquias de Cafeterias , Duckbill