As estratégias adotadas por franqueadores para minimizar os efeitos da desaceleração econômica

Publicado em 28/10/2015 por Imprensa

Motivação de equipes e franqueados, fidelização de clientes e até renegociações com fornecedores são caminhos seguidos pelos franqueadores para continuar crescendo durante a crise

Seja para crescer ou para manter a estabilidade financeira de suas redes, franqueadores de segmentos diversos têm se mobilizado com diferentes estratégias para que seus respectivos negócios superem as dificuldades econômicas vivenciadas pelo País. Dentre essas medidas, ações de fidelização, motivação da equipe e até o lançamento de novos produtos de custos menores têm sido colocadas em prática.


A seguir, os franqueadores da Restaura Jeans, Água Doce, Anjos Colchões, Dr. Shape, Vó, Quero Bolo!, Direito de Ouvir e Korova contam o que vêm fazendo em suas redes:


Flávio Conrad, da Restaura Jeans
“Para seguir crescendo, estamos trabalhando intensamente com campanhas para conscientizar nossos atuais e futuros clientes sobre a economia que representa a renovação das roupas esquecidas no armário - por meio do tingimento ou customização. A medida tem dado certo, pois, durante anos difíceis como esse, sentimos que muitos clientes novos têm nos procurando com esse propósito. Realizamos também um trabalho para mostrar à nossa equipe de colaboradores e franqueados que, em anos de crise, quem está mais preparado sofre menos. Por isso, realizamos treinamentos para a rede, com visitas frequentes de monitores e consultores em nossas lojas.


Além disso, procuramos rentabilizar nossas operações: nossa equipe está em uma busca constante por produtos que possuam sinergia com nosso negócio para testá-los e, em seguida, vendê-los em toda a rede. Outra novidade: no próximo mês, lançaremos um programa de fidelidade chamado Ponto a Ponto, que trará diferentes níveis de benefícios aos clientes de acordo com seu consumo em nossas lojas de todo o Brasil”.


As mais de 250 lojas da Restaura Jeans espalhadas pelo País oferecem aos seus clientes tingimento, costura, customização de roupas, lavanderia, renovação e cuidados com peças de couro, como jaquetas, bolsas e sapatos. É uma rede premiada, que está no mercado há mais de 20 anos, que conta com bastante destaque em seu segmento.


Julio Bertolucci, da Água Doce Sabores do Brasil
“Nossas unidades têm trabalhado ativamente para manter o faturamento intacto durante a crise. Em Joinville (SC), por exemplo, foram adotadas medidas de controle rigoroso dos estoques e, consequentemente, a gestão com os fornecedores. Até os produtos de limpeza são acompanhados por fichas que mostram quem e em qual quantidade os utilizou. Isso faz com que os colaboradores se envolvam ativamente no processo de otimização dos produtos da loja evitando desperdícios.


A Água Doce de Rio do Sul (SC) está promovendo uma ativação intensa de consumidores por meio do cartão fidelidade da rede, fazendo com que os clientes retornem mais vezes à unidade. A mesma unidade mantém altos índices de treinamento tanto na Uniaguadoce (virtual) como presencial. A franquia adota todas as medidas de atendimento e de gestão de pessoas exigidas pela franqueadora, o que também estimula os franqueados já que ganham pontuação por desempenho.”


Na franqueadora, quando algo precisa ser adquirido, realizamos cotações com três fornecedores diferentes antes de tomarmos a decisão de compra.


Eleita em 2013 a melhor franqueadora do Brasil pela ABF, a Água Doce Sabores do Brasil é uma rede que conta com mais de 100 restaurantes especializados no melhor da comida brasileira.


Claudinei dos Anjos, da Anjos Colchões
“Lançamento de produtos com melhor custo-benefício, negociação com fornecedores de matéria-prima e eventos especiais de venda têm nos ajudado a manter e até aumentar nosso faturamento.


O departamento de desenvolvimento de produtos vem trabalhando para que os itens comercializados – camas box, colchões, estofados para o quarto, etc - sejam mais competitivos.


Neste ano, por exemplo, lançamos dois novos produtos com ótimo custo-benefício: os colchões Intenso e o Suavitá, por conta da qualidade e valores acessíveis, foram e têm sido muito bem recebidos em todas as lojas da rede Anjos Colchões. Mesmo em tempo de alta do dólar, a equipe da Anjos Colchões tem se dedicado na negociação de ajustes de preços com os fornecedores, priorizando a entrega dos produtos de qualidade e preço acessível.


Outra estratégia é a realização de ‘feirões’ em diversas cidades com o objetivo de alavancar as vendas - o que tem trazido ótimos resultados. Os feirões são realizados em estacionamentos de shoppings ou supermercados que recebem tendas onde os produtos são expostos. O evento também envolve parcerias com financeiras.


Nos feirões comercializamos os sofás, colchões e demais itens expostos com a primeira entrada somente para janeiro e o valor restante em até 20 parcelas. Os franqueados das cidades que recebem os feirões são responsáveis pela divulgação enquanto nosso departamento de marketing atua ativamente nas redes sociais. O esforço conjunto acaba atraindo diversos clientes, como aconteceu recentemente em Ponta Grossa, no Paraná.”


A Anjos Colchões é composta por mais de 50 lojas de colchões e itens para o quarto. Fundada em 1990, no Paraná, a marca é uma divisão do Grupo Anjos do Brasil. Possui três fábricas próprias, em São Paulo, no Paraná e na Paraíba, que produzem colchões dos mais variados tipos e modelos, com acabamento fino, design diferenciado a preços competitivos. Conta, ainda, com uma frota de 100 caminhões que facilita a logística de distribuição para todo o Brasil.


Felipe Kalaes, da Dr. Shape:
“Neste ano, no que se refere a produtos, avaliamos o nosso mix e reduzimos a quantidade de marcas comercializadas, eliminando as que não tinham muito o nosso foco. Com isso, aumentamos a compra de alguns itens de parceiros – o que resultou em descontos e maior apoio dos mesmos.


Com estes fornecedores, estamos investindo numa maior divulgação dos produtos por meio de campanhas para atrair novos clientes e gerar mais demanda em nossas lojas. Além disso, trabalhamos também para disseminar os benefícios dos suplementos alimentares já que, no Brasil, o público que os consome ainda muito está restrito aos frequentadores de academias e adeptos da vida fitness. Por meio de informações e pesquisas, mostramos que todos os que buscam saúde e qualidade de vida devem tomar suplementos.


Buscamos ainda novos nichos de produtos por meio de testes em nossa matriz para aprová-los e, em seguida, disponibilizar em todas as lojas. É o caso dos itens orgânicos e naturais que se encontram em processo de análise.


Para os clientes, contamos com um cartão fidelidade que traz benefícios diversos, além de prêmios e consultas promocionais. Vamos lançar uma campanha de Natal que oferecerá um ano de suplementação grátis para que eles se sintam ainda mais motivados a comprar conosco.”


Lançada em 2002, a Dr. Shape Suplementos, além de suplementações alimentares, comercializa também outros itens, como acessórios para a prática esportiva e vestuário fitness. Há dois anos, a marca entrou para o segmento de franquias e, atualmente, conta com mais de 20 lojas em operação e outras 20 em fase de implantação.


Willians Navarro, da Vó, Quero Bolo!
“Inovação e Criatividade sempre estiveram presentes no DNA da Vó, Quero Bolo! e agora, nessa época de crise, precisamos usar essas características mais do que nunca.Para driblar a crise, trabalhamos em algumas alternativas que consideramos de extrema importância para qualquer empreendedor como, por exemplo, negociar com fornecedores, lançar novos produtos e incentivar ainda mais nossas equipe.


Por um lado, negociamos com nossos fornecedores com o objetivo de evitar aumentos e buscar novas parcerias que mantenham a qualidade e o preço dos produtos. Nas lojas, evitamos o desperdício a qualquer custo por meio de cartazes e treinamentos constantes, que falam do consumo racional do gás, luz, água e itens alimentícios.


O acompanhamento constante e o histórico profissional dos sócios resultou em um processo de meritocracia implantado em nossas lojas, onde os colaboradores acumulam pontos quando evitam o desperdício e recuperam seus ganhos com bônus financeiros. Isso os incentiva não só a evitar o desperdício, mas também os motiva a desempenhar suas funções de maneira cada vez mais eficaz.


Por outro lado, para atrair mais clientes, criamos novas alternativas sem abandonar nosso principal conceito: um produto artesanal com extrema qualidade, sem qualquer tipo de conservante. Atualmente, estamos trabalhando em novas linhas que serão lançadas com foco no verão, com novos sabores e texturas que fugirão do convencional. Além disso, temos outros atrativos para nossos clientes. Desde o início da operação, criamos cartões fidelidade e concedemos descontos na compra de nossos bolos, realizamos entregas, entre outros diferenciais.


A Vó, Quero Bolo! acredita e também investe fortemente no segmento digital – nossa fanpage do Facebook, atualmente, conta com mais de 200 mil likes e nosso Instagram com mais de 20 mil seguidores. Isso faz com que tenhamos uma comunicação muito forte com nossos clientes, nos dando cada vez mais credibilidade”.


Criada em dezembro de 2013, a Vó, Quero Bolo! conta com seis unidades próprias e uma franquia na cidade de Campinas. Em breve, abrirá uma loja em Aracaju (SE). Seu principal diferencial é o fato de utilizar ingredientes totalmente naturais no preparo dos bolos.


Frederico Abrahão, da Direito de Ouvir
“Na Direito de Ouvir, acreditamos que crises fazem parte da existência dos negócios e são delas que surgem as grandes oportunidades de crescimento. A hora é de arregaçar as mangas e encarar o cenário atual. Para conseguir novos resultados, o segredo é não parar de investir. Continuamos apostando em campanhas sazonais para atrair novos clientes, mas, também, seguimos trabalhando para nutrir os leads que já temos. Dessa forma, conseguimos manter um bom fluxo de caixa controlado, bem como as nossas finanças.


O aumento do dólar afeta diretamente os preços dos nossos produtos, que são cotados nesta moeda. Neste cenário, repassar o reajuste de preços pode ser fatal para o negócio; por isso, nossa estratégia é desenvolver novas habilidades e compensar o custo com ações inteligentes, como a redução de custos fixos e a eliminação de desperdícios. Outras estratégias envolvem a diminuição de despesas e a aceleração do processo de expansão.


Além disso, investimos na qualificação e motivação dos nossos colaboradores e, principalmente, na qualidade do atendimento para os clientes. Independentemente da crise, preservamos nossa identidade: seguimos oferecendo as melhores soluções auditivas com excelentes condições de pagamento e um atendimento da mais alta qualidade, buscando estreitar relacionamento antes, depois e durante das vendas”.


Especializada em varejo de aparelhos auditivos, a Direito de Ouvir nasceu em Franca (SP), em 2007, e rapidamente atingiu a maior capilaridade no Brasil, tendo representantes em todo o território nacional. Isso chamou a atenção da italiana Amplifon, maior franqueadora do mundo no segmento, que comprou 51% das operações da Direito de Ouvir e manteve, em sua direção, o franqueador brasileiro, Frederico Abrahão.


Rafael D’Ávila, da KOROVA
“Como fizemos uma preparação prévia, não fomos pegos de surpresa pela crise. Investimos recentemente em um novo núcleo de pesquisa e desenvolvimento de produtos, pois, antes, esse trabalho era realizado de maneira mais descompromissada. O novo núcleo é responsável por nos ajudar com a nossa ampliação, que inclui vendas para multimarcas – algo totalmente inédito até o ano passado.


Esse trabalho vem dando resultados desde junho, ampliando frentes para essas vendas. Temos agora um gerente comercial capacitado para criar e atender as novas demandas, com novos contatos.


Utilizamos a internet como principal meio de divulgação, já que estamos totalmente sintonizados com o âmbito digital, pois começamos e seguimos com o e-commerce como nosso carro-chefe. Trata-se de um trabalho que já estava sendo realizado anteriormente e, em tempos de crise, ele se tornou ainda mais importante.


Investimos também na mudança de nossa fábrica de São José, em Florianópolis, para Palhoça, na mesma região, pois o novo espaço é ainda mais moderno e bem preparado para atender as novas demandas que devem surgir com a chegada do Natal. A nova localização comporta também uma nova loja modelo paraatingir o público jovem da região”.


Inicialmente disponível apenas no e-commerce, a Korova foi criada para oferecer peças de qualidade com design inovador, oferecendo tendências por um preço acessível. Sua trajetória na internet e a jovialidade de seus criadores – Rafael D’Ávila possui 35 anos e Levi Pedroso, 26 – fazem com que a marca não perca a sua pegada espontânea e criativa. A empresa acaba de iniciar seu projeto de expansão por meio de franquias e, atualmente, conta com seis lojas: três franquias e três próprias.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Anjos Colchões , Água Doce , Vó, Quero Bolo , Crise Econômica , Dr. Shape , Korova , Economia e Mercado