Alimentação saudável cresce no Brasil e abre espaço para empreendedores

Publicado em 25/07/2016 por Imprensa

Brasileiros estão mais preocupados com a saúde e o país passou a ocupar o quarto maior mercado do mundo no setor

A Associação Paulista de Supermercados (APAS) afirma que os brasileiros estão mais preocupados com a saúde, o que fez com que as vendas de alimentos mais calóricos caíssem em 2015.


Uma pesquisa da Kantar World Panel indica que no ano passado o consumo de pães industrializados caiu 3,5% ao mesmo tempo em que os pães integrais subiram 7%. 79% dos entrevistados garantem que estão procurando um estilo de vida mais saudável ao substituir alimentos mais pesados por mais leves.


Segundo dados da Euromonitor, o setor brasileiro de alimentação voltado ao bem estar cresceu 98% entre 2009 a 2014 e movimenta cerca de R$ 35 bilhões por ano, o que coloca o país em quarto lugar no ranking dos maiores mercados do mundo. Esse cenário é favorável para quem quer empreender na área.


Como opção, a Light Food Way é uma rede de franquias criada para atender aqueles que buscam qualidade de vida  e praticidade, já que não são todas as pessoas que podem ou têm tempo para permanecer dias hospedadas em SPA. Um de seus principais pontos é o controle da quantidade de sódio em cada refeição, substituindo o sal comum por sal rosa do Himalaia, sal light de ervas, entre outros temperos naturais.


“Temos como missão massificar a oportunidade de uma vida saudável com novos conceitos de sabor, qualidade, garantia de bom atendimento e aperfeiçoamento dos serviços prestados”, explica Marcela Gattaz, diretora executiva e nutricionista da Light Food Way.


O conceito de comida light é utilizado para indicar um alimento que contenha um nutriente com seu teor reduzido em relação ao convencional e a empresa trabalha respeitando itens que precisam ser controlados no consumo diário, como a quantidade de sódio limitada a 500 mg por dia (para dietas especiais) e 2.300 mg  (dietas normais).


Dentro do conceito Light Food Way, carnes gordas são evitadas na elaboração das dietas, sendo substituídas pelas magras, brancas e vermelhas magras. Este acaba sendo o principal diferencial da empresa, que foca na saúde sem perder o sabor, substituindo o que faz mal por algo mais natural, mas não menos apetitoso.


No mês de junho, a rede inaugurou um novo modelo de negócio: a Franquia Light. Por enquanto, só para o estado de São Paulo. A modalidade permite que o franqueado seja um distribuidor de pratos congelados e sucos detox, sem a necessidade de um ponto comercial. O investimento total é de R$ 20 mil, com prazo de retorno de 10 meses.


A empresa oferece delivery de refeições com um cardápio variado de mais de 50 pratos de comida balanceada, hipocalóricas ou hipossódica. O consumidor pode optar por refeições completas (café da manhã, colação, almoço, café da tarde, jantar e ceia) ou simplesmente um almoço light.


Também são comercializados pratos congelados e voltados para dietas especiais como a low carb (menos carboidrato), sem glúten e detox. Com infinitas opções de refeições, a Light Food Way já possui um cadastro com mais de 5 mil clientes.


Além da unidade piloto em São José do Rio Preto (SP), a rede conta com duas unidades nas cidades de Icaraí – Niterói (RJ) e Parauapebas (PA), com pontos de distribuição de alguns produtos pelo estado de São Paulo. Em 2015, a rede faturou R$600 mil somente com a unidade piloto.


A Light Food Way busca novos franqueados da marca e espera atingir 30 unidades até o final de 2016. A franqueadora presta todo suporte necessário, antes durante e depois da inauguração da unidade. 


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias de alimentação , Alimentação Saudável , Light Food Way