Investir em uma franquia ainda é uma boa ideia?

Publicado em 14/10/2019 por Imprensa

Por Helicon Alvares, CEO da SEDA Intercâmbios, única agência de intercâmbio do Brasil com uma escola própria em Dublin, na Irlanda.

Há alguns anos, o mercado de franquias registrou recordes de crescimento. Como muitos outros setores, sofreu uma retração com a crise econômica que assolou o país. Como era de se esperar, muitos empreendedores e investidores se questionaram: será que abrir uma franquia ainda é uma boa ideia?

Embora o boom pareça já ter passado, podemos notar sim uma gradual retomada de crescimento para o setor. Como todo e qualquer tipo de investimento, o empreendedor precisa pesquisar bem sobre o segmento e principalmente sobre a marca que vai escolher.

Um dos setores com grande potencial a ser explorado é o de intercâmbios. Muitos brasileiros sonham em estudar fora do país e as agências de intercâmbio tornam esse sonho possível. Mesmo com a crise, esse é um setor que continua em expansão. Segundo a pesquisa Selo Belta 2018, realizada pela Associação das Agências de Intercâmbio (Belta), o mercado de educação estrangeira cresceu 23% em 2017.

O movimento foi entre US$ 2,7 e 3 bilhões. Um valor bastante considerável. Foram mais de 300 mil alunos brasileiros estudando fora do país bem no auge da crise econômica. O número de estudantes entre 18 e 21 anos dobrou de 2015 para 2017, chegando a mais de 90 mil.

Muito do crescimento desse setor vem do desejo de aprender uma língua estrangeira em um país nativo. Mais de 46% dos intercâmbistas buscam por cursos de idiomas e os principais destinos são Irlanda, Canadá, EUAS, Reino Unido e Nova Zelândia.

A demanda existe e é crescente. Isso faz com que o setor de agências de intercâmbio continue crescendo segmento de franquias. Os números da ABF apontam que, em 2018, turismo e hotelaria foi o segundo maior crescimento em faturamento no setor de franquias, aumentando 12,3%. Foi o setor que mais cresceu em questão de novas unidades abertas, 8,1%.

Somando todos esses fatores, fica mais fácil responder à pergunta título desse artigo. Sim, ainda vale a pena investir no segmento de franquias! Contudo, é preciso fazer uma análise muito cuidadosa sobre o mercado em que se pretende atuar.

Depois de escolher o setor, é preciso analisar as marcas. É imprescindível se aproximar do franqueador, ir visitar unidades, conversar com franqueados, conhecer bem o ponto comercial e tantos outros detalhes que não podem passar despercebidos.

O mercado de intercâmbios envolve muita paixão por viagens e educação. É preciso entender que os alunos procuram as agências a fim de realizar um sonho, um projeto de vida. Eles investem recursos financeiros em busca de melhores oportunidades profissionais e experiências pessoais. A obrigação da agência é transformar esses sonhos em realidade.

Trata-se de um mercado muito dinâmico, que demanda atualização e treinamentos constantes. Mas, acima de tudo, o franqueado precisa ter amor pelo que faz, ter perfil comercial e gostar de lidar com pessoas, levando em consideração que nos deparados com os mais variados perfis de clientes todos os dias.

Lembre-se: investir em uma franquia demanda muito comprometimento. É preciso avaliar se você está disposto a encarar esse desafio. O sucesso do negócio depende não só da rede escolhida, mas também do bom desempenho do franqueado.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquia de intercâmbio , SEDA Intercâmbios