Contabilidade para franquias tem aspectos diferenciados

Publicado em 20/08/2019 por Imprensa

Por Adelmo Nunes Pereira, contabilista e diretor da Planned Soluções Empresariais

A contabilidade deve ser encarada pelos empreendedores como um recurso valioso para uma boa gestão. Um exemplo disso é a contabilidade nas franquias, que têm aspectos contábeis diferentes dos comércios tradicionais, pois levantam a bandeira de uma marca e precisam cumprir a legislação societária, fiscal e contábil próprias, bem como uma folha de pagamento diferenciada.

Entre os pontos que merecem destaque está o registro adequado dos direitos e obrigações decorrentes do contrato de franquia. Taxas de adesão,  custos de treinamento reembolsáveis ou não, ponto comercial, fundos de marketing, compartilhamento de custos e despesas com a franqueadora, mecanismo de remuneração das franqueadoras, registros das compras de produtos e cálculos sobre estes valores que orientarão as obrigações financeiras. Enfim, uma série de particularidades que merecem atenção. E, um ponto fundamental, o retorno real do negócio em comparação com as indicações da franqueadora. O franqueado não pode esquecer de colocar na conta todos os gastos com a implantação, tudo o que gastou para adquirir o ponto comercial, o prazo de renovação e todo o investimento realizado. A esses gastos serão somados os custos correntes da operação. No final, será preciso avaliar os valores pagos à franqueadora e o que efetivamente “sobra” para o franqueado. O sucesso do neg´pocio dependerá da precisão destes dados. Algumas vezes, a incorreta interpretação ou a imperícia em alguns procedimentos da operações podem desviar o negócio do lucro esperado, causando uma insatisfação. Não é incomum que o problema não esteja nas propostas da franqueadora, e sim na forma como o franqueado opera.

Outro exemplo são os regimes tributários aplicáveis. Localização, regimes especiais, simples ou presumido, sublimites municipais e estaduais, difal(diferencial de alíquota), produtos importados e alíquota interestadual, etc.

O melhor caminho para franqueados e franqueadores é buscar assessoria contábil especializada no segmento, conhecer todas as regras e escolher os melhores caminhos tributários, fiscais e financeiros para o negócio.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Empreender , Gestão de franquias