Sucessão familiar: Óticas Diniz prepara herdeiros para comandar o negócio

Publicado em 23/11/2017 por Imprensa

Projeto também inclui os diretores franqueados da rede e visa manter a marca consolidada e próspera nos próximos anos

Caminho natural em qualquer empresa familiar, o processo sucessório exige tempo, planejamento e adequação às particularidades do negócio e de seus donos. No entanto, para que transcorra de forma transparente, é necessário ter o aval de todos os envolvidos, bem como separar claramente os conceitos de família, propriedade e empresa.

É com esta estratégia que a Óticas Diniz – maior rede de varejo óptico do Brasil – tem preparado os seus sucessores nos últimos três anos, tanto os herdeiros da marca, quanto os das suas mais de 950 unidades franqueadas em todo o País.  “Mostrar e ensinar aos jovens sobre como manter o sucesso do negócio de seus pais é essencial para uma condução próspera e segura da rede”, explica Arione Diniz, presidente e fundador.

O primeiro passo, para isso, foi verificar se seus filhos Bruno e Ariane Diniz desejavam assumir esse desafio. “Claro que desde que o negócio vingou tinha a intenção de repassar a empresa aos meus herdeiros. Porém, sempre preservei a felicidade deles, o que incluía trabalharem em áreas diferentes que proporcionassem realização pessoal. Ainda bem que eles quiseram seguir no mercado óptico, para a minha sorte”, comenta o executivo.

Diante dessa decisão, o passo seguinte foi a contratação de uma consultoria especializada em sucessão familiar. Para iniciar e acompanhar a transição, Marcelo Menezes, consultor da VBMC, percebeu que era preciso maior profissionalização da rede. “Não é que a administração fosse amadora, longe disso. Mas o ideal era aperfeiçoar a forma como o negócio estava sendo conduzido, já que, abrindo cerca de 100 lojas por ano, utilizar novas ferramentas e métodos administrativos se faziam necessários para manter o crescimento”, explica o diretor.

Em 2005, Bruno Diniz, com 19 anos na época (atualmente está com 31), começou sua atuação na Óticas Diniz com a missão de consolidar a marca em Belo Horizonte, Minas Gerais. A expansão no estado ocorreu de forma gradual com a inauguração de 12 unidades em 12 meses, o que contribuiu fortemente para a ampliação da empresa no Sudeste. Já Ariane Diniz, 27, entrou como trainee, em 2014, após se formar em administração de empresas pelo INSPER, em São Paulo. A jovem, com então 25 anos, mostrou talento para os negócios e, pouco tempo depois, assumiu a diretoria administrativa financeira da rede.

“Para preparar os sucessores é estratégico iniciar, de forma lenta e gradual, a imersão alguns anos antes da saída do presidente. Com isso, a experiência, o conhecimento, o amadurecimento e a autonomia deles são desenvolvidos em todo o seu potencial”, garante Menezes, da consultoria presente na Diniz Franchising desde 2015, quando iniciou um processo de profissionalização na empresa, uma etapa fundamental na preparação da sucessão.       

Segundo Arione, esse processo era necessário também com os empreendedores da marca por um motivo simples. “Percebemos que em algumas regiões, onde muitos deles comandam inúmeras lojas, a preocupação com a transição no comando do negócio era grande. Por isso, durante nossa Convenção Nacional, decidimos realizar um evento paralelo para abordar esse assunto, e o resultado foi fantástico”.

Em 2015, a primeira edição do‘Encontro Sucessores teve a participação de aproximadamente 25 herdeiros franqueados entre 17 e 35 anos, vindos de várias partes do Brasil. “Trocamos muitas experiências e percebemos que o medo de não acertar era a maior dificuldade deles, pois, com a intenção de continuar o negócio de seus pais, eles não queriam decepcioná-los e nem se decepcionarem ao longo da transição”, explica o presidente da Diniz.

Atualmente, além da rede, três franqueados da Óticas Diniz passam pela sucessão. “Estamos conseguindo atravessar esse momento com muito profissionalismo e dedicação de todos. Além disso, os valores da família, associados à consolidação do negócio estão caminhando juntos. Ainda levarei um tempo para me aposentar, mas já percebo que os herdeiros, entre eles os meus filhos, aprenderam e já desenvolvem um ótimo trabalho na empresa. E isso me deixa muito orgulhoso e com a certeza do futuro da marca por meio deles”, conclui Arione Diniz. 

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquia , Franquias de óticas , Óticas Diniz