Segmento de idiomas cresce 8,1% no primeiro trimestre de 2019

Publicado em 15/05/2019 por Imprensa

Dados acabam de ser divulgados pela pesquisa trimestral da ABF

A Associação Brasileira de Franquias (ABF) acaba de anunciar os dados do setor de franquias no País referente ao primeiro trimestre de 2019. O setor registrou um crescimento de 7% comparado ao mesmo período de 2018 que foi de 5,1%. O faturamento passou de R$ 38,762 bilhões para R$ 41,464 bilhões. Considerando os últimos 12 meses, o crescimento foi de 7,5% (variação de R$ 165,190 bilhões para R$ 177,545 bilhões).

De acordo com André Friedheim, presidente da ABF, o segmento de idiomas está entre os que mais se destacaram com um aumento de 8,1% nesse primeiro trimestre em comparação com o primeiro trimestre de 2018. Além disso, foi o setor que mais investiu em tecnologia e inovação, passando a atuar tanto online como off-line.

A Rockfeller, rede de franquia de ensino de inglês e espanhol, valida esses dados, pois tem investido fortemente em novas plataformas de tecnologia e lançou cursos a distância em duas modalidades, Duo e On Demand, para atender ao público que precisa de mais flexibilidade no horário para estudar.

Na Duo, o aluno poderá estudar de onde quiser e no melhor horário para ele e, a cada 15 dias e quatro aulas completadas na plataforma on-line Rockfeller Play, ele deverá agendar uma aula presencial de conversação na escola pelo aplicativo My Rockfeller.

A outra modalidade é a On Demand, que é presencial, mas não há turmas. O estudante faz o curso sozinho por meio da plataforma Rockfeller Play nos RockSpots – espaços modernos com vários computadores onde ele também poderá agendar suas aulas pelo aplicativo My Rockfeller, nos dias e horários que desejar. Durante toda a aula ele contará com o auxílio de um tutor.

"O aluno acessa o nosso sistema, que é totalmente interativo, e estuda todo o conteúdo sozinho. Quando precisar fazer exercícios como o face to face, que é a essência da metodologia da rede, que é inteiramente voltada para a conversação, por exemplo, o software será o seu parceiro. Se o estudante não estiver falando o idioma corretamente, ele pedirá para repetir a atividade até chegar à pronúncia correta", explica André Belz, diretor da Rockfeller.

A pesquisa indicou também uma elevação de 2,05% no número de empregos diretos do setor no trimestre em relação ao final de 2018. Segundo a entidade a cada nova rede aberta são oito novos empregos. Na Rockfeller esse número fica entre 10 e 12 novos postos de trabalho, a cada nova unidade.

A Rockfeller já conta com 44 unidades em todo o país, com expectativa de chegar a 60 até o final do ano. O plano de expansão da rede tem como meta abrir novas franquias nas regiões Sul, Sudeste, Norte e Nordeste. A rede faturou no ano passado cerca de R$ 31 milhões e a projeção é atingir R$ 34 milhões em 2019.

MÉTODO INOVADOR: SALA DE AULA INVERTIDA

Este método de aprendizado é comum fora do Brasil, mas ainda pouco explorado aqui. Chamado de sala de aula invertida e com mais horas de aula - são 80 minutos, 20 minutos a mais do que a maioria dos cursos - a rede permite que os alunos consigam atingir um nível avançado de inglês em apenas dois anos e meio. "As aulas são menos expositivas e mais participativas, ou seja, fogem daquele modelo em que o professor fala, o aluno ouve e faz suas atividades de forma passiva. Nessa metodologia, o estudante 'tem a aula fora da sala', ele assiste aos vídeos, ouve o material que será estudado na sala e chega com todo o conteúdo pronto para colocar em prática com o professor e tirar suas dúvidas. Ele passa a ser o protagonista do curso", explica o diretor.

A rede dispõe de um amplo material didático que conta com textos, áudios, vídeos, games, entre outros. "Quando o aluno chega com um conhecimento prévio na sala de aula, o seu aproveitamento aumenta e, consequentemente, o aprendizado é mais rápido", esclarece o executivo.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de idiomas , Rockfeller Brasil