Rede ÁguaDoce fecha 2017 com maior faturamento, novas marcas Água Doce Express e Rei do Escondidinho

Publicado em 12/01/2018 por Imprensa

Segundo a franqueadora, meta para 2018 é seguir investindo em capacitação e endomarketing, a fim de que todos estejam preparados e motivados para enfrentar qualquer cenário

Uma das casas inauguradas em 2017, no bairro de Santana, na capital paulista: além de restaurantes tradicionais, com a bandeira Água Doce, agora, a rede terá também duas outras marcas

A Água Doce, composta por mais de 80 lojas franquias que levam às cinco regiões os melhores Sabores do Brasil, fechou 2017 com um discreto aumento em seu faturamento: 0,15%. O índice positivo foi motivo de comemoração para a franqueadora e franqueados: “Foi um ano difícil, muitas pessoas deixaram de se alimentar fora de casa”, analisa o presidente da rede, Delfino Golfeto. “Ainda assim, não deixamos de trabalhar um só minuto, sempre investindo na rede. O aumento é pequeno, porém não deixamos de crescer”.

Ao longo do ano, a Água Doce seguiu inserindo novidades no cardápio a cada quatro meses. Marcou presença na mídia e nas redes sociais, promoveu campanhas direcionadas a clientes e à brigada, incentivou os franqueados a oferecer o serviço de delivery e promoveu treinamentos e cursos na Uniágua Doce para capacitar os franqueados.

De acordo com o Diretor de Franquias, Júlio Bertolucci, as perspectivas para 2018 são positivas – e a Água Doce quer estar preparada para seguir oferecendo aos clientes uma excelente experiência gastronômica. “Pesquisas apontam que o consumo fora de casa voltará a crescer. Por esta razão, sabemos que nossas casas precisam ser ainda mais atrativas e inovadoras”, diz.

E a rede nem pensa em confirmar esta previsão apontada pela pesquisa para se mexer. “Promoveremos pesquisas junto ao mercado para saber o que as pessoas querem – e tentaremos atendê-las em seus desejos e necessidades. Também estão nos planos potencializar o delivery, ter um cardápio digital, seguir com ações de endomarketing, revitalizar algumas casas e adotar ações de ‘perda zero’”, completa o Diretor.

Bertolucci acredita que o profissionalismo é o caminho para que as empresas – incluindo a Água Doce – enfrentem todos os cenários mercadológicos. “Vamos seguir participando de eventos para aprender com quem é referência e, pensando no franqueado, adotar novas estratégias na consultoria de campo e criar ações de cliente oculto mais exigentes”.

Marco do ano: lançamento das novas franquias Rei do Escondidinho e Água Doce Express – 2017 entrará na história da Água Doce, que lançou duas novas marcas: Rei do Escondidinho e Água Doce Express.

Sobre o Rei do Escondidinho, Delfino Golfeto lembra que a maior inspiração foi o prato campeão de vendas da rede. “Após vários estudos, somados à nossa experiência no ramo gastronômico, sentimos que por trás do Escondidinho havia uma excelente oportunidade de negócio. Assim nasceu a franquia, que oferecerá, por meio de quiosques instalados em shoppings, centros comerciais, supermercados e outros pontos com grande circulação de pessoas, este delicioso prato, em porções individuais e sabores variados”.  O investimento num quiosque será, aproximadamente, R$ 168,5 mil. O valor inclui taxa de franquia, capital de giro, equipamentos e utensílios, o quiosque e o sistema de automação, entre outras despesas. “O franqueado contará com todo o suporte da franqueadora para administrar a operação e maximizar sua lucratividade”, reforça o franqueador.

Já a Água Doce Express é uma nova formatação da Água Doce. São casas menores, ideais para praças de alimentação, em shoppings, centros comerciais ou ruas de grande movimento, que servirão almoços, jantares e petiscos para a happy hour. “Teremos versões individuais de pratos que são um sucesso absoluto na Água Doce, como a Família Escondidinho (nas versões de carne de sol, frango, bacalhau e camarão); Filé Água Doce (parmegiana de carne, frango e peixe) e outras pedidas exclusivas da Express”, comenta Júlio Bertolucci, Diretor de Franquias. Numa Água Doce Express, serão investidos R$ 200 mil, dependendo da localização. O valor inclui a taxa de franquia, de R$ 35 mil, o projeto arquitetônico e a implantação do negócio (sem incluir a reforma do imóvel).


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias, Franquias de alimentos, Água Doce, Rei do Escondidinho