Mercado de franquias cresce em Ribeirão Preto, Planeta Imaginário ajuda a impulsionar o setor

Publicado em 19/04/2017 por Imprensa

Na contramão da economia, a rede de brinquedotecas ajudou a impulsionar o setor que hoje representa segurança para investidores

Na contramão de muitos segmentos que sofreram com a crise econômica, o setor de franquias no Brasil registrou faturamento acima dos R$ 151 bilhões em 2016, segundo a Associação Brasileira de Franquias (ABF) um aumento de 8,3% em relação a 2015. Contribuindo com o aquecimento desse mercado está Ribeirão Preto, que aumentou em 5% o número de redes de franquias presentes no município entre 2015 e 2016.

O crescimento das franquias na cidade acompanha o progresso do setor em todo o estado de São Paulo. Atualmente os munícípios paulistas são os que mais concentram redes de franqueados, com 53% do total no país, seguido por Rio de Janeiro com 11%, Paraná com 8%, Minas Gerais 6% e Rio Grande do Sul com 5%.

Segundo um estudo encomendado pela ABF à consultoria Urban Systems, cidades com mais de 100 mil habitantes oferecem melhores condições para realização de negócios. Com população próxima aos 680 mil habitantes, Ribeirão se destaca no setor e terminou 2016 com 616 unidades franqueadas de 279 redes diferentes, atuantes em diversos segmentos.

Hoje entre as melhores para se começar um negócio, a cidade foi há dez anos a escolha da empresária Catarina Castro para a fundação da rede de brinquedotecas Planeta Imaginário. “Ribeirão Preto sempre demonstrou muito potencial econômico e investir na cidade foi uma decisão acertada. O Planeta já tem 10 unidades franqueadas em três estados brasileiros, esse é um modelo de empreendimento para quem quer ter o próprio negócio e busca certeza de sucesso”, afirma.

Mesmo com a crise econômica que atingiu o país, no município o mercado começa a dar sinais de melhora e aos poucos retoma seu crescimento. “O momento é de planejamento, tanto para aqueles que pensam em abrir novos negócios, quanto para quem já possui um. A tendência é que, a partir do segundo semestre, a recuperação econômica se consolide, apesar de em ritmo lento, e, neste momento, o comércio e serviços possam se beneficiar”, explica Gabriel Couto, economista da Associação Comercial de Ribeirão Preto (ACIRP).

Segundo Catarina as mudanças nos hábitos de consumo da população também funcionam como impulso para o setor. “Cada vez menos as pessoas vêm consumindo em lojas físicas, então os shoppings estão investindo cada vez mais seguimentos de lazer, entretenimento, alimentação e prestação de serviços”, conta.

O economista concorda com a visão de Catarina, para ele a versatilidade do mercado de franchising é um dos diferenciais positivos no atual momento econômico do país, “esse modelo de negócio vem se consolidando e ganhando cada vez mais espaço no município. Nele o empresário está sempre muito antenado a tudo o que acontece e ao que há de mais moderno em termos de tecnologia e canais, e sempre está com foco no cliente”, conclui Couto. Para ele o setor representa hoje segurança para o investidor.

Tanto para a ABF, quanto para a ACIRP, os bons números do ano passado são indicadores de um 2017 favorável para o setor. Resultados atribuídos, principalmente, ao profissionalismo do setor, assertividade na tomada de decisões por parte dos franqueadores, eficiência no oferecimento de serviços e reconquista do consumidor. “O Planeta visa o melhor, ser sempre e cada vez melhor. Investimos constantemente em recursos que tragam benefícios tanto para nossos parceiros, como para os clientes e que fortaleçam nossa marca no mercado”, finaliza a empresária.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias no interior, Franquias de entretenimento, Franquias para público infantil, Planeta Imaginário