Franquias facilitam pagamento para atrair investidores

Publicado em 07/12/2015 por Imprensa

Como estratégia para driblar a crise, redes de franquias se reinventam e admitem parcelamento do investimento para continuarem competitivas no mercado

A palavra de ordem é continuar crescendo e tentar ignorar a crise, mas será que isso é possível? Para algumas redes de franquias, sim.


Algumas marcas já estão partindo para estratégias mais incisivas, como o parcelamento do valor do investimento. Uma delas é a Park idiomas, rede de franquias de escolas de inglês, que para o modelo compacto, possui o valor de investimento de R$8.500 que poderá ser parcelado em até 60 vezes sem juros “A nossa intenção é que esse microfranqueado cresça na rede. Apostamos nele e conforme ele vai aumentando o número de alunos, logo ele sente a real necessidade de migrar para o modelo de negócio tradicional, essa é a nossa meta”, afirma Eduardo Pacheco, presidente da Park Idiomas.


A Único Asfaltos – rede de franquias que pretende popularizar o uso do Asfalto no país - possui um valor de investimento de 264 mil e 50% deste valor poderá ser parcelado em até 10 vezes sem juros. De acordo com Jorge Coelho, presidente da rede, a possibilidade do parcelamento atrai candidatos que possuem o perfil exato da franquia, porém não tem todo o valor para investir. “Existem pessoas com um perfil altamente empreendedor, porém sem o dinheiro total para investir. Por essa razão, oferecemos a oportunidade do parcelamento e crescemos junto com o franqueado”, explica Coelho.


Já a Outer Shoesfranquia de calçados alternativos - também possui formas de parcelamento, porém mais comedida. Do total de investimento inicial, R$330mil, apenas R$40mil, referentes à taxa de franquia, são pagos à franqueadora, o restante é investimento na unidade e com fornecedores. “A taxa de franquia é pago em duas parcelas - uma na assinatura do Pré Contrato e outra na assinatura do Contrato”, afirma firma Filipe Lamim, diretor de expansão.


Um verdadeiro contraponto são as franquias Mr Cheney e Dídio Pizza – elas não apostam na estratégia de parcelamento para crescimento da rede. Lindolfo Paiva, presidente do Mr Cheney e Elídio Biazini – presidente da Dídio Pizza, possuem a mesma visão de que para a rede não é saudável que o franqueado entre na operação com dívidas, ter o valor do investimento em mãos é fundamental.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Investir em franquias , Franquias , Franquias de calçados , Franquias de idiomas , Dídio Pizza , park-idiomas , Outer Shoes , Mr. Cheney , Único Asfaltos