Dídio Pizza anuncia que utilizará apenas ovos de galinhas não confinadas

Publicado em 17/09/2018 por Imprensa

A rede de pizzarias paulistana que possui 24 unidades vende cerca de 45.000 mil pizzas por mês e utiliza em suas cozinhas 84.000 ovos por ano

Na esteira de uma tendência mundial, a Dídio Pizza anuncia que a partir deste mês começa sua transição para não usar mais ovos de granjas que mantenham as galinhas confinadas em gaiolas. A medida está de acordo com os princípios da rede, que acredita fortemente que podemos melhorar nossas práticas de consumo e respeitar os animais.

A ação é amparada pelas ONGS Animal Equality e Mercy for Animals. A rede paulistana que possui 24 unidades vende cerca da de 45.000 mil pizzas por mês e utiliza em suas cozinhas 84.000 ovos por ano, trabalhou nos últimos meses junto aos fornecedores negociando preços e mantendo custo para toda a rede franqueada e garantia de que irá receber apenas ovos alinhados com a produção “cage free”.

Em período de transição, a Dídio Pizza se compromete a não permitir a utilização de ovos (processados e in natura) de galinhas confinadas em gaiolas em toda sua cadeia de suprimentos e completará a transição até no máximo 2020.

“Apoiamos a causa animal e fazemos questão de nos esforçar para melhorar nossas práticas na Dídio. Estamos felizes em poder colaborar com algo tão importante”, conta Elidio Biazini, fundador da empresa.

No Brasil, são produzidos todos os anos cerca de 39 bilhões de ovos, conforme dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Gigantes do setor de alimentação que atuam no Brasil anunciaram recentemente que só utilizarão ovos de galinhas criadas fora de gaiolas – ou cage free.  A substituição será gradativa – em alguns casos até 2025.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de pizzarias , Dídio Pizza