Clientes que se tornam franqueados: satisfação por trás do sucesso de uma marca

Publicado em 18/04/2019 por Imprensa

Doctor Feet, maior rede de podologia do Brasil, entrou no franchising após proposta de cliente e hoje possui mais de 80 unidades em 14 estados

A escolha da franquia é a principal decisão a ser tomada por um novo empreendedor que deseja começar no franchising. Critérios como a área de atuação, valor de investimento e prazo de retorno são indispensáveis na análise, que deve contar também com o potencial de expansão da rede. Porém, em alguns casos, a satisfação de um cliente pode ser o ponto necessários para que ele se torne um franqueado.

Esse é o caso da Doctor Feet, que formatou a empresa para o modelo de franquias após um de seus clientes conversar com Jonas Bechelli, presidente e fundador da rede, sobre seu interesse em ter uma unidade, em 2002. Deste processo, a marca paulistana, que contava apenas com uma loja, cresceu e possui hoje mais de 80 unidades em 14 estados, faturando R$55 milhões em 2018. Das concessões, 50% foram feitas para antigos clientes que se interessaram pelo negócio.

Mario Luiz Catto Filho é hoje o franqueado a frente desta primeira unidade, herdada de seu pai, Mario Luiz Catto, que conheceu o negócio há mais de 20 anos, por uma verruga plantar que acometia o filho. Mário era adolescente na época e seu pai, um executivo de uma grande rede de comunicação,  percebeu de cara potencial naquele nicho de mercado, decidindo futuramente investir na rede. “A motivação que levou meu pai a abrir o negócio foi o retorno que o Jonas apresentou. Ele já estava estudando abrir uma franquia, tinha conversado com outras grandes redes redes, porém mesmo assim acreditou mais na Doctor Feet e resolveu empreender no negócio”, comenta Catto Filho, que acrescenta: “A maleabilidade também foi outra motivação para o meu pai, porque ele era muito independente e o presidente da rede deu liberdade para ele agir no começo. Hoje já temos um padrão bem estruturado em toda a rede”.

Joseli Rabelo foi outra franqueada que se filiou à rede desta forma. Residente em Belo Horizonte/MG, a representante comercial já contratava serviços de podologia, quando se mudou para Goiânia/GO, em 2016, e conheceu a Doctor Feet. Após dois anos como cliente, Joseli, que tinha planos de abrir seu próprio negócio, percebeu potencial naquele serviço diferenciado e buscou informações sobre a empresa, também se tornando uma franqueada. “Um dos três motivos que me motivou a abrir minha própria unidade foi a atenção no contato direto com o fundador da rede e toda a equipe. Eles me motivaram e percebi que seria um sucesso”, comenta.

Bechelli acredita que o interesse dos clientes em abrir uma unidade surge pela exclusividade do serviço de podologia: “Os serviços possuem um grande diferencial de atendimento e a maioria das pessoas que conhecem pela primeira vez ficam surpresas. São mais de 20 opções de tratamento para os pés e mãos, além de produtos médico-ortopédicos e estéticos”, explica. Hoje a Doctor Feet planeja expandir suas atividades nos outros 12 estados onde não possui unidades, como forma de apresentar a marca em outros locais. Bechelli acredita que o crescente sucesso do setor de saúde e beleza, principalmente no franchising, demonstra a nova intenção de consumo da população, que considerava supérfluo gastos com serviços de podologia e preza agora por qualidade de vida.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de serviços , Doctor Feet