Blue Sol energia solar anuncia entrada no franchising

Publicado em 18/11/2016 por Imprensa

Empresa espera atrair interessados na franquia e na disseminação da energia solar para chegar a 100 unidades em quatro anos

Pioneira no desenvolvimento de projetos, instalação de sistemas e capacitação de profissionais para o setor de energia solar fotovoltaica, a Blue Sol Energia Solar, empresa fundada por Nelson Colaferro, José Renato Colaferro e Luis Otávio Colaferro, está há 7 anos no mercado e reúne o que há de mais avançado em tecnologia para geração de energia renovável e inesgotável. Agora, a empresa anuncia a entrada no sistema de franquias para expandir, ainda mais, seu raio de atuação e consolidar a marca no Brasil através de operação local. Assim, a projeção é crescer três vezes mais em 2017. Com o modelo de franquia, a Blue Sol Energia Solar estima abertura de 20 unidades até o final de 2017.


O cenário é propício para o franchising. Nelson Colaferro ressalta que o mercado de energia solar fotovoltaica está em pleno crescimento e desenvolvimento. “Já são mais de 5500 sistemas instalados e comercializados no Brasil, quase três vezes mais que em 2015. Os consumidores têm percebido os benefícios de gerar a própria energia que consomem e os aumentos no valor da taxa de energia tem feito com que as pessoas busquem outra maneira de suprir suas necessidades energéticas. Além disso, muitos estão preocupados também com a questão ambiental”, explica.


Colaferro explica que a seleção dos futuros franqueados será bastante criteriosa, uma vez que operar um negócio na área, apesar de muito promissor, não é como comercializar produtos ou serviços convencionais e gerir empresas de outras áreas comuns ao segmento de franquias. “Temos nas mãos um produto e um serviço que exigem conhecimento técnico. Além de tudo, estamos trabalhando na mudança e criação de cultura das pessoas”, explica o executivo.


Isso significa que será importante que o franqueado tenha conhecimento profundo do setor para uma boa base argumentativa para vendas, em um primeiro momento. Empreendedores com visão de negócio de médio e longo prazo e que têm preocupação com a questão da importância da sustentabilidade, por exemplo, têm perfil preferencial. “É muito importante que o candidato à franquia Blue Sol tenha, também, entendimento financeiro e administrativo para gerir e operar o negócio com eficiência”, ressalta Colaferro.


Justamente por conta das particularidades que envolvem o negócio, a Blue Sol Energia Solar conta com um time especializado para o suporte ao franqueado e, mais do que isso, maturou o projeto por um bom período antes de leva-lo ao mercado.


De acordo com o diretor de operações da empresa, José Renato Colaferro, o objetivo, com a entrada no franchising, é aumentar a possibilidade de sucesso de novos empreendedores na área, além de expandir o alcance territorial da marca através do modelo de franquias. “Percebemos que nosso modelo de negócio é muito assertivo e potencializa o crescimento de uma empresa no setor fotovoltaico. Aliado ao modelo de franquias, que é um dos formatos mais bem-sucedidos de expansão no Brasil, temos boas chances de sucesso”, avalia.


A meta, de acordo com Rafael Cafolla, gestor de franquias da Blue Sol Energia Solar, é abrir pelo menos 5 unidades ainda este ano e outras 15 operações em 2017, totalizando 20 unidades no período. “Buscamos franqueados com perfil de gestor, conhecimento técnico e comercial para atuar em um setor novo, mas muito promissor”, explica o executivo, que aposta e acredita no potencial da marca e do setor, especialmente pela inovação, no segmento de franquias.


A empresa já definiu algumas cidades para iniciar o projeto de crescimento e atrair franqueados. Localizadas nas regiões Sudeste, Sul, Centro-Oeste e Nordeste, são elas: Belo Horizonte (MG), Uberlândia (MG), Brasília (DF), Goiânia (GO), Campinas (SP), Santos (SP), São José do Rio Preto (SP), São José dos Campos (SP), Londrina (PR), Curitiba (PR), Fortaleza (CE) e Natal (RN). Esses centros foram definidos com base em estudos feitos pela franqueadora, que avaliou o potencial de cada uma das cidades em uma série de aspectos para a viabilidade do negócio, mas não descarta a possibilidade de expandir em todas as regiões do Brasil de acordo com interesse de futuros candidatos.


"Consideramos o estado de Minas Gerais bastante promissor para abertura de um modelo de negócio como a Blue Sol e, por isso, planejamos, inicialmente, abertura da franquia nas cidades de Belo Horizonte e Uberlândia", ressalta Cafolla.


Para o executivo, a facilidade de instalação dos sistemas, já que pode ser realizada tanto em um imóvel em construção quando nele já pronto, e o fato do sistema poder ser fixado no telhado ou em solo, tem feito da energia solar fotovoltaica uma ótima opção. “Além disso, diversos incentivos vêm sendo negociados junto ao governo por órgãos como a ABSOLAR, devido não só ao interesse dos consumidores como a necessidade de outras fontes energéticas para compor a matriz brasileira, que ainda sofre as consequências do último período de estiagem”, conta. Essas negociações já geraram frutos positivos, como a isenção do ICMS sobre a produção de energia elétrica por micro e minigeradores e isenção fiscal para a fabricação de equipamentos para eletricidade renovável. “Outro aspecto positivo foi a aprovação pela Aneel da Revisão da Resolução Normativa 687/15, que propicia aumento na base de clientes, uma vez que facilita o acesso à rede a condomínios solares e esclarece os processos do sistema de compensação, entre diversas outras medidas”, finaliza Cafolla.


Até 2020, a Blue Sol pretende instalar 20 mil sistemas de energia solar fotovoltaica e continuar crescendo com consistência e solidez.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de serviços , Franquias , Blue Sol Energia Solar