As apostas da Casa do Construtor para crescer em 2016

Publicado em 10/06/2016 por Imprensa

Premiada rede cria loja mais enxuta, a +Rental, com o objetivo de incrementar em 10% o faturamento e atingir a marca de 300 unidades em operação até o final do ano.

A Casa do Construtor, maior franquia especializada em locação de equipamentos de pequeno porte para a construção civil, apresenta na ABF Franchising Expo 2016, entre os dias 15 e 18 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo, novo modelo de franquia compacta que exige metade do investimento de uma franquia padrão da rede. Uma das metas da franqueadora este ano também será a de crescer por meio da conversão de bandeira.


A franqueadora mostrará aos potenciais investidores que desejam ter seu próprio negócio duas opções de franquia: a tradicional Casa do Construtor, modelo padrão, existente desde 1993 e que oferece maior variedade de equipamentos, e, a Casa do Construtor+Rental. Este novo modelo funciona como uma “store in store”, ou seja, uma unidade de locação de equipamento de pequeno porte para ser inserida dentro de uma loja do setor da construção e que irá funcionar como mais um braço do negócio, gerando lucro ao médio empresário. Ao apostar na nova bandeira, que exige investimento entre R$ 200mil e R$ 250mil, é possível agregar valor ao empreendimento. O público alvo são proprietários de lojas de material de construção, ferragens, equipamentos elétricos, esquadrias e hidráulica. Por meio da + Rental, o novo franqueado passa a ter uma franquia segura e rentável devido ao alto grau de confiança do nome Casa do Construtor, uma marca premiada e que está presente há 23 anos no franchising brasileiro.


Ainda, a estrutura do modelo compacto conta com todo o portfólio de equipamentos oferecidos pela rede. Segundo ela, inicialmente, a expansão deste modelo estará voltada às cidades do estado de São Paulo. “Há alguns anos estamos estudando um modelo de franquia mais acessível, que levasse funcionalidade e lucro para os médios empresários da construção. Ao mesmo tempo, queremos expandir a marca e aumentar nossa presença em cidades menores, onde o franchising é tímido e tem bastante espaço para crescer. A Casa do Construtor +Rental é a somatória destes ideais e representa um passo muito importante, que vai contribuir para o crescimento da rede e também para a disseminação da cultura da locação de equipamentos.”, explica Altino Cristofoletti, sócio-fundador da rede.


Já a franquia padrão, a tradicional Casa do Construtor, propõe uma loja com ambiente clean e organizada, que representa os diferenciais da companhia em credibilidade, personalização do atendimento e equipamentos de alta qualidade. Em um ambiente com cerca de 350 metros quadrados, os clientes podem alugar itens como ferramentas elétricas, rompedores, compactadores, betoneiras, estruturas metálicas, além de instrumentos para limpeza e jardinagem. Para a expansão deste estilo, que determina investimento inicial de R$ 550 mil, a rede busca por potenciais franqueados nas regiões Centro-Oeste, Nordeste e Sul, franqueados antigos que queiram abrir uma nova unidade, e ainda, visa estabelecimentos do mercado da construção que possam ser marca registrada da Casa do Construtor. “Enxergamos grande potencial e oportunidade para expandir o modelo padrão. Desde novembro de 2015 até o momento, das oito mais recentes unidades franqueadas, uma foi modelo convencional de inauguração, cinco foram via expansão interna (franqueado adquirindo uma nova unidade) e duas eram lojas do setor que mudaram sua fachada para o nome Casa do Construtor, afirma Altino Cristofoletti, sócio-fundador da rede. Para o ano de 2016, a meta para o formato padrão são 30 novas unidades, sendo três novas franquias, 15 unidades inauguradas por antigos franqueados da rede e 12 novas lojas via conversão de bandeira.

Apesar do atual cenário econômico brasileiro, a Casa do Construtor faturou no ano passado R$ 183 milhões e registrou um crescimento de 5% em relação a 2014. Até o final de 2016, a expectativa da rede é incrementar em 10% a receita e atingir o número de 300 unidades em operação em todo o Brasil, sendo 30 novas no modelo tradicional e mais 30 compactas. Criada por Expedito Eloel Arena e Altino Cristofoletti Junior, a Casa do Construtor surgiu em 1993, como uma loja de materiais de construção, em Rio Claro, no interior de São Paulo. Cinco anos depois, inaugurava sua primeira franquia, em Americana (SP). Os públicos-alvo são construtoras, empresas, condomínios e até proprietários ou locatários de imóveis que estejam fazendo uma obra ou reformando. Os clientes podem alugar equipamentos de pequeno porte como ferramentas elétricas, rompedores, compactadores, betoneiras e estruturas metálicas, além de instrumentos para limpeza e jardinagem.

Em 2012, a rede foi eleita a "Melhor Franquia do Brasil" pela ABF e considerada uma das melhores empresas para se trabalhar pelo Great Place to Work. Um ano antes, a Casa do Construtor havia se tornado Empreendedor do Ano, pela Consultoria Ernest & Young, passando ainda a figurar como Empreendedor Endeavor. Recentemente, recebeu o Selo de Excelência em Franchising pelo 13° ano.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de serviços, Franquias, Franquias de reparos e reformas , ABF Expo, Casa do Construtor, Franquias store in store, Casa do Construtor+Rental